ESPORTES

São Paulo vence Rio Claro por 3 a 0 e inicia sua reabilitação

São Paulo vence Rio Claro por 3 a 0 e inicia sua reabilitação
24/01/2010 06:44 -


O São Paulo conquistou ontem a sua primeira vitória na temporada, começando assim a sua recuperação no Campeonato Paulista. O Tricolor recebeu o lanterna Rio Claro e saiu de campo com um triunfo por 3 a 0, com gols de Hernanes, Washington e Rogério Ceni. O primeiro triunfo na temporada deixou o São Paulo com quatro pontos ganhos, ocupando a zona intermediária da tabela do campeonato. Já o lanterna Rio Claro é o único time da elite da Série A-1 de 2010 que ainda não pontuou. Engana-se, porém, quem pensa que as principais chances de gol no primeiro tempo foram tricolores. Abusando dos contra-ataques e das bolas alçadas à área, o Rio Claro só não abriu o placar graças às defesas de Rogério Ceni. O capitão são-paulino só não foi ao ataque para inaugurar o marcador: no seu lugar foi Hernanes, que recebeu passe de Washington e chutou forte no canto direito de Sidney, aos 38min. No segundo tempo, o Tricolor voltou mais ligado e fez seu segundo aos 10min, por meio de Washington, de cabeça, após cobrança de falta de Marcelinho. Foi o que o time precisava para passar a ter mais tranquilidade em campo, apesar da expulsão do argentino Adrian González, aos 13min. Ainda deu tempo para Rogério Ceni, aos 45min, de pênalti, redimir-se da cobrança desperdiçada contra a Portuguesa: 3 a 0. O São Paulo volta a campo na próxima quinta-feira, às 16h (MS), para enfrentar o Paulista, na Arena Barueri – o Morumbi será palco de apresentações artísticas e, por isso, o time também mandará outras partidas na Grande São Paulo. Já o Rio Claro jogará contra o São Caetano um dia antes, às 15h, no Augusto Schimidt Filho. Nos outros jogos, o Bragantino empatou com a Portuguesa de Desportos por 1 a 1 e a Ponte Preta venceu o Monte Azul por 2 a 1.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".