Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Radical chique: Toyota Hilux GR-S

Preparada pela Gazoo Racing e limitada a quinhentas unidades, nova edição especial da picape chega às concessionárias Toyota
11/03/2020 15:35 - Edmundo Dantas/AutoMotrix


 

Em setembro de 2019, a Toyota apresentou no Brasil a série GR-S da picape Hilux, com o visual agressivo e os detalhes exclusivos que caracterizam os produtos da Gazoo Racing, preparadora esportiva que cuida do desenvolvimento dos modelos de competição da marca japonesa. A série, que compartilha o mesmo nível de tecnologia e equipamentos de segurança da versão SRX, foi um sucesso de vendas. Agora, a Hilux GR-S chega às concessionárias em seu modelo 2020, em uma edição especial de quinhentas unidades que novamente assume o posto de modelo topo de linha da picape líder nacional de vendas em seu segmento.

A nova Hilux GR-S é produzida na Argentina e chega ao Brasil com duas opções de motorização: uma 2,9 litros a diesel de 177 cavalos a 3.400 rpm e torque de 45,9 kgfm de 1.600 a 2.400 rpm e a V6 a gasolina equipada com o motor 4,0 litros 24V DOHC com duplo VVTi de 234 cavalos, capaz de gerar 38,3 kgfm de torque máximo a 3.800 rpm. Ambos os modelos utilizam uma transmissão automática de 6 velocidades com opção de acionamento manual sequencial. Na versão a gasolina, a Hilux GR-S teve sua suspensão recalibrada com um novo conjunto de molas e amortecedores monotubo com configuração específica pintados em vermelho, que proporcionam conforto de condução sem afetar a capacidade de carga. A versão a diesel também teve o conjunto suspensivo pintado em vermelho. Serão quatrocentas unidades para a GR-S a diesel e apenas cem para o modelo V6 a gasolina. Os preços sugeridos são de R$ 204.990 para a GR-S V6 e de R$ 220.090 para a GR-S a diesel. 

Na grade, o logotipo “GR” que identifica os produtos da Gazoo Racing é discretamente adicionado abaixo do nome Toyota em letras garrafais – nessa configuração, a nomenclatura do fabricante toma o lugar da tradicional logomarca formada por três ovais. Um protetor frontal aumenta a robustez dessa versão da Hilux. Nas laterais, detalhes coloridos adornam a área inferior das portas. Na tampa da caçamba, outro logotipo “GR Sport” trata de identificar a versão. As maçanetas externas e as carenagens dos espelhos, pintados de preto metálico, contrastam com as cores da carroceria, que permanecem as mesmas da GR-S anterior: Preto Mica, Vermelho Metálico e Branco Pérola – essa última é a única de dois tons, com teto e capô na cor preta. A versão a gasolina conta com um modelo exclusivo de rodas de liga leve de 17 polegadas, com seis raios angulares, com o mesmo tipo de pneu, de dimensões 265/65 R17 AT. Já a versão a diesel mantém a cor preta das rodas. Ambas as configurações GR-S receberam um novo design de santantônio, com linhas mais dinâmicas e cor cinza. A capota marítima de série completa o conjunto.

O design interno da Hilux GR-S é marcado pelos bancos revestidos de couro preto perfurado com fundo vermelho, em sintonia com as costuras na mesma cor dos braços, do freio de mão e do console central. O estofamento no teto e as colunas na cor preta reforçam ainda mais as características estilísticas da Gazoo Racing. O botão de partida smart key, a placa numerada que identifica o número da unidade no console central, os apoios de cabeça e os tapetes com o logo “GR” arrematam o visual interno. Além disso, a nova GR-S incorpora uma câmera frontal no para-brisa para gravação com qualidade full-HD, ideal para ser usada como meio de segurança e registro, pois permite que seja configurada para gravar continuamente (estilo de câmera de segurança).

A Hilux GR-S não tem opcionais, mas já sai de fábrica bem completa. Traz faróis de leds, sistema multimídia com tela de 8 polegadas sensível ao toque e navegador integrado, controle de velocidade de cruzeiro, controle de assistência de arranque em subida (HAC – Hill Start Assist Control), controle de tração ativo (A-TRC – Active Traction Control), trava do diferencial traseiro, assistente de descida (DAC – Downhill Assist Control), modos de condução Eco e Power, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), assistente de frenagem de emergência (BA), controle de tração (TRC) e de estabilidade (VSC), controle de balanceamento de reboque (TSC), luzes de parada de emergência (EBS), faróis de neblina dianteiros em leds, luz de neblina traseira, sete airbags (frontal para motorista e passageiro, joelho para motorista, lateral para motorista e passageiro, cortina com cobertura para bancos dianteiros e traseiros) e cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça para os cinco ocupantes. 

 

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.