Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Questão de etiqueta

Na apresentação do Volkswagen Polo GTS, preços na faixa dos R$ 100 mil chamam a atenção
01/02/2020 10:38 - DANIEL DIAS/Agência AutoMotrix


A Volkswagen está entregando nas concessionárias brasileiras o Polo GTS. Com o “powertrain” 1.4 250 TSI (turbo) de 150 cavalos e 26 kgfm de torque, acoplado à transmissão automática de 6 velocidades, a versão esportiva do Polo, de acordo com a Volkswagen, acelera de zero a 100 km/h em 8,4 segundos e pode chegar à velocidade máxima de 207 km/h. Mais do que as características dinâmicas ou os detalhes de estilo e equipamentos, os preços do novo modelo chamam bastante a atenção. Oferecido por valores de R$ 99.470 a R$ 103.440, a versão GTS do hatch compacto atinge o valor cobrado pelo “companheiro de vitrine” Jetta. O sedã médio da Volkswagen importado do México, um modelo de porte maior e mais requintado, tem preço inicial de R$ 99.990 em sua versão 250 TSI. Pelo valor cobrado pelo Polo GTS totalmente equipado e mais R$ 3.740, é possível levar para casa dois Polo 1.0 MPI, que partem de R$ 53.590. Em fevereiro, deve ser apresentada a versão GTS do sedã compacto Virtus, ainda sem preço definido.

Lançada no Brasil em 2017, a atual geração do Polo já é oferecida com motores 1.0 MPI, 1.6 MSI e 1.0 TSI, com transmissão manual ou automática. Os preços, até agora, chegavam no máximo até os R$ 86 mil na atual versão “top” Highline 200 TSI com todos os opcionais – inclusive o mesmo som Beats que também é opcional no Polo GTS. Na concorrência, o novo Polo encontra adversários respeitáveis e com preços competitivos. Com os mesmos 150 cavalos de potência do Polo GTS, o Sandero 2.0 R.S., desenvolvido pela equipe Renault Sport e com câmbio manual de 6 velocidades, custa R$ 69.690.

A sigla “GTS” deixou o portfólio da Volkswagen do Brasil há mais de vinte e cinco anos. Entretanto, com o sucesso junto ao público no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018, o Polo GTS voltou à berlinda, assim como sua versão sedã, o Virtus. Externamente, o Polo GTS traz detalhes exclusivos, como faróis em full-leds ligados por um filete vermelho e o logo da versão. A traseira é mais simples, trazendo o “GTS”, aerofólio integrado ao vidro e duplo escapamento localizado no lado esquerdo, sem grandes “firulas”.

Esteticamente, os detalhes mais esportivos estão aplicados no interior. Na cabine escurecida, com teto, bancos e laterais da porta pretos, o grande destaque são os bancos esportivos, mais firmes, que mantêm o bom apoio ao corpo em curvas. O apoio de cabeça integrado remete aos bancos utilizados em carros de competição. O revestimento é feito com tecido e couro, com linhas horizontais que fazem referência aos modelos da década de 80 e com a sigla GTS gravada no encosto. Detalhes em vermelho também estão nas molduras das transferências de ar e na base da alavanca de câmbio.

No quesito segurança, o Polo GTS tem o XDS+, que funciona em condições de piso difíceis, resultando em mais dirigibilidade, estabilidade e agilidade nas curvas. O controle de estabilidade inclui o sistema de frenagem automática pós-colisão, exclusivo na categoria. Uma lista de equipamentos de série traz o sistema Kessy de acesso ao veículo e partida do motor sem uso de chave, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros para auxílio em manobras (com câmera de ré), sistema start-stop e o Discover Media, com tela colorida de 8 polegadas sensível ao toque, navegação, App-Connect e comando por voz. O Polo GTS está disponível em opções de cores sólidas (Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Tornado) e metálicas (Prata Sirius, Azul Biscaia e Cinza Platina).

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.