Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VIA STREAMING

“Weird City”, estreia para satirizar a sociedade e seus caminhos futuros

“Weird City”, estreia para satirizar a sociedade e seus caminhos futuros
06/02/2019 14:00 - KREITLON PEREIRA, VIA STREAMING


 

Com o advento das tecnologias, a sociedade humana passou por grandes transformações em seu estilo de vida. Ao mesmo tempo em que diversas comodidades e informações surgiram, em algumas décadas cresceram também as desigualdades, exploração e alienação das pessoas. Assim, quando se pensa sobre o rumo que as coisas estão tomando, algumas especulações tornam-se bem preocupantes. Com esses questionamentos em mente, diversas séries, filmes e livros tecem possíveis futuros para a sociedade humana e suas tecnologias. Desde obras mais antigas, como “Fahrenheit 451” e “1984”, até algumas mais atuais como “Black Mirror”, a distopia é a forma favorita de retratar a realidade no futuro. Também não foge dessa tendência, a nova produção original do YouTube, “Weird City”, que estreia dia 13 de fevereiro.

Ao longo de seis episódios – de aproximadamente 30 minutos de duração cada – o espectador é apresentado a peculiar vida na cidade Weird, onde as diferenças sociais são evidentes. Weird é dividida por uma linha (demarcada por um portão). Acima dela mora a burguesia com suas tecnologias avançadas (os chamados “The haves”, que pode ser traduzido para “os que possuem”) e abaixo da linha vivem os intitulados “The have nots” (“aqueles que não possuem”), pessoas sem acesso aos avanços tecnológicos e sem muitos recursos financeiros. Ao longo dos episódios são trabalhados temas como obsessão por exercícios, vício em rede a sociais, estilo de vida nocivos, problemas de intimidade, entre outros. Assim, por meio da sátira e da comédia, os personagens principais vivem experiências bizarras e destacam problemas da sociedade atual.

Além de abordar um tema bem interessante e cativante, “Weird City” também atrai atenção pela produção envolvida em sua criação. Jordan Peele (ganhador do Oscar de melhor roteiro original pelo filme “Corra!” em 2018) assina a série e o elenco ainda conta com atores já conhecidos na indústria do entretenimento como Dylan O’Brien (“Teen Wolf”), Hannah Simone (“New Girl”), Steven Yeun (“The Walking Dead”), Laverne Cox (“Orange is the new Black”), Geordi La Forge (“Star Trek: Next Generation”), Mark Hamill (“Star Wars”), Ed O’Neill (“Modern Family”), Michael Cera (“Arrested Development”) e Awkwafina (“Podres de Ricos”).

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...