Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MC CAROL

Sucesso entre jovens, funkeira se apresenta hoje na Capital

A funkeira fluminense MC Carol se apresenta hoje, às 23h55min, no Daza Club

25 AGO 15 - 13h:25Eduardo Fregatto

Uma das personalidades mais instigantes da atualidade, a funkeira fluminense MC Carol, a “Bandida”, está em Campo Grande para um show, hoje, às 23h55min, no Daza Club (Rua Marechal Rondon, 2.181). De Niterói, aos 21 anos, MC Carol é um fenômeno que une música, televisão e internet, ganhando status de “diva” nas redes sociais.

A funkeira “desbocada”, conhecida pela sinceridade excessiva – e até ingênua –, caiu no gosto dos jovens após entrar para o reality show “Lucky Ladies”, exibido pelo canal Fox. Suas canções, que já causavam burburinho no Rio de Janeiro, alastraram-se pela web. “Meu namorado é maior otário / Ele lava minhas calcinhas”, canta a funkeira, em um dos seus sucessos mais adorados. 

Após o sucesso, é a primeira vez da MC Carol em Campo Grande. “Eu tenho muitos fãs por aí?”, questiona a cantora, em entrevista ao Correio B. “Eu não sabia disso, não”, afirma, com humildade. 

Carol diz não saber a dimensão do seu impacto entre os jovens. “Eu leio algumas coisas na internet. Vejo mesmo as partes positivas”, diz. A funkeira, que no passado se envolveu em polêmicas, por interpretar letras de apologia a drogas e violência, garante que amadureceu. “Eu conheci outras mentes e evoluí. Não canto aquelas músicas ao vivo”, pontua. 

Recentemente, Carol ganhou admiração de professores e atenção na mídia, ao lançar a música “Não foi Cabral”, em que questiona quem realmente descobriu o Brasil e denuncia o genocídio indígena. “Um milhão de índio / Morreu de tuberculose”, enfatiza.

Em seu programa na TV, ela segue exibindo o já conhecido talento de formular frases de efeito sem muito esforço. “Só fala da minha vida quando a sua for exemplo”, afirmou, em certa ocasião. Para o divertimento dos fãs, em outro momento, ela faz uma súplica: “Quero emagrecer comendo churrasco”.

Os ingressos antecipados do show custam R$ 25 e podem ser adquiridos na Rua Manoel Inácio de Souza, 987.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Roberta D'Albuquerque: "Quem é você na fila do teatro?"
COMPORTAMENTO

Roberta D'Albuquerque: "Quem é você na fila do teatro?"

CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Pesquisa é fundamental para Paolla Oliveira em composição de personagem

CURTA-METRAGENS

Festival Finos Filmes apresenta curtas do Brasil, Alemanha e Polônia

Documentário conta os dramas de quem fotografa conflitos humanitários
A VIDA PELA NOTÍCIA

Documentário conta os dramas de quem fotografa conflitos humanitários

Mais Lidas