TRAGÉDIA KISS

Sobrevivente da Kiss morre dois anos depois de tragédia

Uilian da Silva Vieira ajudou a socorrer vítimas no dia em que a tragédia aconteceu
30/07/2015 12:25 - Danielle Valentim


 

Ainda não se pode afirmar que as causas da morte de Uilian da Silva Vieira, 27 anos, esteja ligada ao incêndio da Boate Kiss. Uilian morreu nesta quinta-feira (30), dois anos depois da tragédia, que aconteceu em janeiro de 2013. O jovem morreu há cerca de um mês e meio, mas apenas agora o falecimento foi comunicado à Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM).

Com o caso de Uilian, o número de vítimas chega a 243. O presidente da associação, Sérgio da Silva, informou ao R7 que o jovem já tinha problemas respiratórios antes do incêndio na boate. Porém, depois do incêndio começou a fazer tratamento no hospital universitário.

O presidente disse também que os médicos não deram informações exatas sobre o caso e que não é possível afirmar com certeza se a morte foi consequência da tragédia ou se foi em decorrência dos problemas pulmonares que ele já tinha.

Na noite do incêndio, Uilian chegou a ajudar na retirada de algumas vítimas e inalou muita fumaça. Depois de um ano e meio, o estado de saúde dele ficou mais grave e os pulmões pararam de funcionar.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".