TABUS

'Na cabeça dos caras, ser machista é passar a mão na bunda', diz Fabio Porchat

'Na cabeça dos caras, ser machista é passar a mão na bunda', diz Fabio Porchat
26/05/2019 01:00 - ESTADÃO CONTEÚDO


Em entrevista à Mariana Godoy, nesta sexta-feira, 24, Fabio Porchat falou sobre sua nova série Homens?e tabus que envolvem a sexualidade e comportamento masculino. 

"Muito homem diz que não é machista, porque na cabeça dos caras ser machista é passar a mão na bunda da mulher, forçar sexo, umas coisas que lógico que são machistas, mas são crime, barra pesada. Se o homem se identifica machista nas pequenas coisas, talvez ele consiga compreender tudo isso", disse o humorista durante o Mariana Godoy Entrevista, na RedeTV!. 

O apresentador relembrou que, em seu programa na Record, questionou as jornalistas da emissora sobre quais atitudes dele eram machistas. Segundo o relato, as colegas de trabalho da época apontaram o costume de dizer que uma mulher deixou o local mais bonito. Esta expressão reforça a visão equivocada de que o papel feminino se limita ao estético, deixando para os homens funções intelectuais.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".