Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

DIA DOS NAMORADOS

Mulher se apaixona por instrutor em salto de paraquedas: 'Me levou às nuvens'

11 JUN 2017Por G100h:00

"O amor está no ar/Em todo lugar que eu olho ao redor/O amor está no ar/Toda vista e todo som". O clássico dos anos 80 “Love is in the air”, além da tradução fiel para o português, também faz todo o sentido para um casal que celebra a sua história que começou - literalmente - nos ares.

Apaixonada por esportes radicais desde a infância, a mineira Georgia Duarte decidiu realizar seu grande sonho de saltar no Centro Nacional de Paraquedismo, em Boituva (SP), e não esperava se apaixonar justamente por aquele que faria parte daquele desejo: o instrutor Marcelo Costa.

“Ele disse que ia me levar nas nuvens. Me levou e nunca mais tirou ,e deixou sair delas”, ressalta.

Em comemoração ao Dia dos Namorados, o casal contou ao G1 a história de amor dos dois, que começou há 9 anos. Em 2008, Georgia, que na época morava em São Paulo, viu a propaganda sobre salto de paraquedas em Boituva e resolveu realizar o antigo sonho.

“Fazia muito tempo que queria saltar. Era um sonho de criança. Já tinha outras experiências, como bungee jump, mas nunca tinha saltado de paraquedas. Havia acabado de me divorciar e, então, resolvi ir em um final de semana. Aí, conheci o Marcelo durante o salto duplo, pois ele era o instrutor e o salto é realizado para quem quer conhecer o esporte”, conta.

Mais de 100 saltos

Apesar do salto ter sido realizado com sucesso, o contato com o instrutor se tornou mais frequente. Ela procurou Marcelo para pedir que o vídeo daquele momento pudesse ser editado com uma música que havia escolhido.

"Eu adicionei ele no antigo Orkut e MSN. Passamos a conversar sobre a edição do vídeo e também sobre um curso de paraquedismo. Mas, na conversa, começamos a nos conhecer e percebemos que tínhamos bastante coisa em comum. Marcamos de nos vermos e, então, notamos que estávamos apaixonados”, diz.

Devido à distância, a mineira tomou a decisão de largar tudo em São Paulo para morar com Marcelo em Boituva.

“Em três meses resolvi viver com ele e larguei meu emprego, que era em uma empresa de bolsas. Minha família me apoiou e acham o máximo até hoje. Os saltos de paraquedas se tornaram bem mais frequentes na minha vida e nunca ia imaginar isso. Já saltamos de juntos 100 vezes”, diz.

Para o instrutor, a vida só melhorou com a chegada de Georgia em sua vida. “Eu costumo dizer que eu fui a maior aventura da vida dela. Quando nos conhecemos e começamos a namorar, eu pedi para que viesse ficar comigo. Foi a melhor coisa. Não largo ela por nada. E isso nunca tinha acontecido comigo. Tenho 25 anos de paraquedismo, conheço muitas pessoas que vão saltar e nunca misturei o profissionalismo. Mas com ela foi diferente”, ressalta.

Na época, ele era responsável por uma pequena escola de paraquedismo e também trabalhava em outro comércio. Após o namoro com Georgia, os dois passaram a se dedicar à escola. Segundo eles, a unidade cresceu e, hoje, realiza mais de 7 mil saltos por mês.

“Somos uma das maiores escolas de paraquedismo da cidade e eu fico muito feliz de saber que isso começou com ela”, diz Marcelo.

O 'sim' nos ares

Para um casal nascido e criado nos ares, o pedido de casamento não podia ser em outro lugar do que o mais perto do céu possível. Em 2013, o paraquedista fez uma surpresa para Georgia e a pediu em casamento em um balão em formato de coração.

“Ele disse que íamos fazer umas fotos no balão e eu nem desconfiei. Quando estávamos lá em cima, em uma altura boa, ele me pediu em casamento. Foi muito emocionante e, é claro, que aceitei”, diz Georgia.

O vídeo do pedido foi compartilhado na redes sociais e soma mais de 6 mil visualizações. Agora, os dois planejam se casar em breve.

“Quero planejar um casamento bem diferente. Estou pensado nisso. Mas o mais importante é tê-la ao meu lado”, diz Marcelo. “O amor realmente veio dos ares”, completa Georgia.

 

Leia Também