Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

ROCHEDO

Morre aos 83 anos 'Dona Maria Sem Troco', município de Rochedo decreta luto

Prefeitura Municipal suspendeu amanhã (25) aulas nas escolas e na creche

24 SET 2017Por BÁRBARA CAVALCANTI14h:32

Morreu na manhã deste domingo (24), a professora e comerciante Maria José de Lira, de 83 anos, conhecida como "Dona Maria Sem Troco", no município de Rochedo, região central do estado.  

De acordo com a filha da idosa, Marta Lira, Dona Maria sofreu duas paradas cardíacas e sequer houve tempo de transferência para Campo Grande.  

"Ela estava internada desde quinta-feira, estava no ProntoMed, mas chegou de voltar para Rochedo. Só que então hoje pela manhã, ela teve duas paradas cardíacas e não deu tempo nem de levar para Campo Grande", detalhou Marta, ainda bastante abalada por causa da perda.  

Conforme Marta, todos os familiares estão juntos para a despedida de Dona Maria. O sepultamento acontece hoje às 17h.  

Por causa do falecimento da idosa, as aulas foram suspensas na escola municipal, estadual e na creche do município amanhã (25).  

MEMÓRIA 

Dona Maria se tornou 'símbolo imaterial' do município de Rochedo. O apelido veio de uma técnica que ela utilizava para aumentar o lucro nas vendas de quitutes.  

Em uma nota de falecimento foi publicada no site da Prefeitura de Rochedo, Marta detalhou a história da origem do título.  

"Quando um belo dia o delegado de polícia, filho do senhor Manoel de Andrade, vendo a insistência de Dona Maria no pequeno bar em vender seus quitutes e não ter troco, ele carinhosamente a chama de ‘Maria Sem Troco’.  E sempre quando um freguês chega a seu estabelecimento ela carinhosamente fala: "Não tem troco, leva um pirulito, biscoito, bala'".  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também