CINEMA

Encontro de cineastas negros celebra memória de Zózimo Bulbul

Mais de 80 produções serão exibidas entre 30 de agosto e 9 de setembro
20/08/2017 00:00 - PORTAL BRASIL


O Rio de Janeiro vai sediar, de 30 de agosto a 9 de setembro, o Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África e Caribe. Ao todo, 80 filmes de cineastas negros brasileiros e estrangeiros serão exibidos.

O evento chega à 10ª edição e homenageia os 80 anos de nascimento do diretor e ator que dá nome ao festival, que morreu em 2013. A abertura será no Cine Odeon, com o curta-metragem “Fé menina”, do coletivo Mulheres de Pedra. Na sequência será a vez do longa-metragem “Hear me move”, do sul-africano Scottness Smith.

Além da mostra, o festival promoverá debates e workshops com a participação de cineastas da África do Sul, Nigéria, Guadalupe, Senegal, Burkina Faso, Etiópia, Camarões, Gana e Ruanda.

As atividades vão ocorrer com o apoio o Ministério da Cultura, da Secretaria do Audiovisual, da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, da Fundação Palmares, da Rio Filmes e da Secretaria municipal de Cultura do Rio.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".