SEPARAÇÃO

Em depoimento, Joelma alegou se sentir ameaçada por Chimbinha

Chimbinha é alvo de boatos de que teria traído a ex-mulher
10/09/2015 19:12 - FOLHAPRESS


No boletim de ocorrência que registrou contra Chimbinha, Joelma alegou que tem se sentido ameaçada pelo ex-marido desde que decidiu se separar, segundo a Polícia Civil do Pará.

No novo capítulo da novela do divórcio dos líderes do Calypso, uma queixa prestada pela cantora na delegacia do bairro do Jaderlândia, Região Metropolitana de Belém, foi encaminhada à Divisão Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) por se tratar de um caso que pode ser enquadrar na Lei Maria da Penha.

A denúncia foi feita nesta quarta-feira (10) e, embora Joelma tenha pedido sigilo a respeito do teor do depoimento, acabou sendo obtida por uma TV local, que divulgou o conteúdo.

A polícia do Pará informou que, por meio de sua Corregedoria-Geral, instaurou procedimento para apurar o vazamento das informações.

A assessoria da banda disse que os advogados de Joelma também estão apurando a divulgação do B.O. e que não revelará detalhes sobre o caso para não atrapalhar as investigações.

O casal à frente da "maior banda independente do Brasil", como se autointitula o Calypso, anunciou o fim da união de 18 anos no último dia 19. Desde então, um furacão abalou a solidez do grupo, que existe desde 1999 e já vendeu mais de 15 milhões de discos.

Chimbinha é alvo de boatos de que teria traído a ex-mulher. Magoada, Joelma passou a mandar indiretas a ele durante os shows: ao cantar um de seus clássicos, disse que "ser humano é que trai, a lua não trai" e afirmou ter sido "chifrada" ao rebater o pedido de um fã para que voltasse para o músico.

Embora inicialmente o casal tenha garantido que a parceria musical seguiria sem abalos, Joelma deu a notícia arrasadora para os fãs durante gravação do "Programa da Sabrina" (Record), que foi ao ar no sábado (29): só fica na grupo até o fim do ano, depois partirá para carreira solo.

Em um comunicado divulgado à imprensa, Chimbinha negou a traição, pediu perdão pela ausência no casamento e tentou reatar, mas Joelma continua irredutível.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".