Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mundo sertanejo

Dupla sertaneja é detida em show por suspeita de apologia às drogas

Eles foram levados em viaturas da polícia para a 154ª Delegacia de Polícia em Cordeiro

8 SET 15 - 13h:52G1

A dupla sertaneja Junior e Gustavo foi detida pela Polícia Militar (PM) na madrugada desta segunda-feira (7) durante um show na Exposição Agropecuária de Macuco, na Região Serrana do Rio. Segundo informações da PM, a apresentação foi interrompida porque os cantores estavam fazendo apologia às drogas com músicas de funk. Eles foram levados em viaturas da polícia para a 154ª Delegacia de Polícia em Cordeiro, onde prestaram depoimento e foram liberados. Quando os músicos entraram na viatura, houve gritaria e vaias à ação da PM.

"Não é a primeira vez que essa dupla é autuada. A primeira foi em Nova Friburgo durante um show no aniversário da cidade, no ano passado. Eles querem 'inflamar' a população cantando esse tipo de música", afirmou o coronel Carlos Eduardo Hespanha, comandante da Polícia Militar na região.

Junior, cantor da dupla, confirmou ao G1 que este foi o segundo incidente: "Só tivemos problema por cantar funk em show duas vezes. Uma em Nova Friburgo e agora em Macuco, cidades cobertas pelo mesmo batalhão".

 Ainda de acordo com Junior, há mais de cinco anos a dupla reserva um momento da apresentação para cantar funks antigos. "Infelizmente fomos surpreendidos com a ação da polícia que invadiu o show e pediu para o nosso operador de som cortar o áudio. Logo depois pedimos para abrir o nosso microfone e explicamos que isso era preconceito com o estilo musical", afirmou o cantor, lembrando que o show foi interrompido no meio.

"Se nós estivéssemos fazendo apologia, acha que cantaríamos no meio do povo?", questionou Junior. Já a assessoria de imprensa da Prefeitura de Macuco disse que também ficou surpresa com a ação da PM e que o prefeito da cidade, Félix Lengruber, havia pedido a dupla para cantar uma música de sucesso do Nêgo do Borel.

O município lamentou o ocorrido e informou que o prefeito acompanhou os músicos na delegacia durante o registro da ocorrência. A Prefeitura informou ainda que havia contratado um show com duas horas e dez minutos de duração e que o público perdeu cerca de 50 minutos de apresentação.

"Nós intervimos dentro da legalidade. Não é interesse de ninguém prejudicar um evento da Prefeitura. Lamentamos esse tipo de situação, mas o policial tem que agir assim", comentou o coronel Hespanha.

O G1 entrou em contato com a Delegacia de Cordeiro para saber se os cantores foram autuados pelo crime de apologia às drogas e o delegado titular, Robson Pizzo Braga, informou que os músicos foram autuados por "desacato aos policiais militares" e que não "houve apologia a qualquer crime nas musicas estilo funk interpretadas".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Correio do Estado sorteia ingresso open bar para show do Leonardo
PARTICIPE

Correio do Estado sorteia ingresso open bar para show do Leonardo

Festival de Bonito começa oficialmente no dia 2 de julho
CORREIO B

Festival de Bonito começa oficialmente no dia 2 de julho

Gabriella Mustafá integra elenco da atual temporada de “Malhação”
TELEVISÃO

Gabriella Mustafá integra elenco da atual temporada de “Malhação”

Segunda temporada de “Big Little Lies” reforça a complexidade de suas protagonistas
SÉRIE

Segunda temporada de “Big Little Lies” reforça a complexidade de suas protagonistas

Mais Lidas