SEM LIMITES

Com Renée Zellweger no elenco, <br>chega à Netflix a série “Dilema”

Produção faz uso do novo mundo das empresas tecnológicas para abordar questões antigas
23/05/2019 14:00 - KREITLON PEREIRA, VIA STREAMING


 

Com a terceira revolução industrial, houve uma profunda alteração nas dinâmicas comunicativas e informativas no mundo, conjuntura consequência das inúmeras descobertas tecnológicas. Assim, a forma como as pessoas se relacionam com o mundo e com os outros seres humanos também sofre mudanças drásticas, diferenças essas que vão caracterizar, de forma única, a sociedade atual. Em meio a essa conjuntura, surgem os Tecnopólos – como o Vale do Silício –, centros de desenvolvimento de ideias que, justamente por esse potencial produtor de tecnologia, desempenham grande importância no mercado.

Nova produção original da Netflix ,“Dilema” vai fazer uso desse novo mundo das empresas tecnológicas para abordar questões antigas, como a ganância e a busca pelo poder, buscando responder o seguinte questionamento: o que leva uma pessoa boa a se tornar má? O lançamento de todos os dez episódios da série está datado para o dia 24 de maio e já chama atenção do público pelo fato do elenco contar com o nome de Renée Zellweger, atriz vencedora do Oscar por seu trabalho em “Cold Mountain”.

“Dilema” é centrada em duas mulheres. De um lado, a personagem de Zellweger (Anne), uma empresária muito bem-sucedida que tem fama de incentivar mulheres a buscarem por seus desejos de forma implacável, e do outro a de Jane Levy (Lisa), recém fundadora de uma startup no Vale do Silício. Em busca de investimentos para sua nova empresa, Lisa vai entrar em contato com Anne, que lhe oferece 80 milhões de dólares em troca de uma noite ao lado de seu marido Sean (Blake Jenner), com a condição de que os dois nunca poderiam comentar sobre o que de fato ocorreu na noite ao lado de Anne. Assim, com o objetivo de separar o casal, inicia-se a perigosa relação entre as duas mulheres no árido mundo empresarial.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".