Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

NA FRANÇA

Brad Pitt e Angelina Jolie devem pagar dívida de R$ 2 milhões por calote a decoradora

18 AGO 2017Por Folhapress16h:33

Brad Pitt, 53, foi condenado a pagar uma dívida milionária a uma artista plástica francesa por uma reforma em seu chateau em Provença, na França. O valor: 565 mil euros -em torno de R$ 2 milhões.

A propriedade foi adquirida por Pitt e Angelina Jolie, 42, com quem era casado na época. Em 2010, dois anos depois da compra, o casal decidiu reformar o casarão do século 17 e convidou a artista e decoradora Odile Soudant.

Odile não recebeu a quantia acertada pelo projeto, o que levou sua empresa à falência. A artista decidiu recorrer a justiça para reaver o valor multimilionário e ser indenizada pelas dívidas que contraiu ao longo dos anos sem o pagamento.

A decisão judicial aconteceu no dia 19 de abril, mas só foi divulgada nesta quinta (17) pelo jornal "Libération". A corte francesa estabeleceu que Brad e Angelina deverão pagar, além da multa de meio milhão de euros, uma indenização de 60 mil euros (cerca de R$ 223 mil) por danos morais.

A arquiteta revelou, em entrevista ao jornal "The Guardian", que preferiu manter a ordem judicial em segredo, pois acreditava que a situação seria resolvida amigavelmente.

GOSTO REFINADO

Fã de design e arte, Brad Pitt é um admirador do arquiteto francês Jean Nouvel –tanto que uma de suas filhas se chama Shiloh Nouvel em homenagem ao artista. Odile Soudant trabalhou para o arquiteto em sua companhia e, por isso, foi contratada pelo ex-casal.

"Ele queria fazer daquele um lugar excepcional e acreditava que a luz deveria ser o coração da decoração", disse ela em entrevista ao jornal "Libération". Segundo a arquiteta, Bradd também lhe deu "carta branca" para o projeto de decoração.

Para o projeto milionário que consistia em reformar quatro prédios da propriedade conhecida como "Chateau Miraval", dentre eles uma construção de 40 quartos, Odile empregou 17 funcionários.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também