Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

terça, 19 de fevereiro de 2019 - 05h43min

INDICADO AO OSCAR

“Bohemian Rhapsody” chega às plataformas de streaming

O filme possui um enfoque na vida pessoal de Freddie Mercury

13 FEV 19 - 14h:00KREITLON PEREIRA, VIA STREAMING

Desde sua formação, em 1971, até os dias de hoje, o Queen construiu uma trajetória sólida, que a transformou em uma das bandas de rock mais influentes de todos os tempos. Graças as suas apresentações dramáticas e músicas inspiradoras, que permanecem sempre atuais, esse grupo de britânicos conseguiu conquistar uma legião de admiradores ao redor do globo.

Fizeram uma de suas apresentações mais antológiocas na primeira edição do Rock in Rio, em 1985. Apesar do sucesso estrondoso, sua música perdeu parte da visibilidade nos anos 90 com a morte de seu vocalista, Freddie Mercury, por complicações de saúde decorrentes do vírus HIV. 

Mesmo assim, os demais integrantes permanecem juntos até hoje, apresentando-se com diversos nomes como Paul Rodgers e Adam Lambert. Para retratar a história dessa banda icônica, a 20th Century Fox produziu “Bohemian Rhapsody”, que estreia dia 14 no NOW e já está disponível no YouTube por R$ 16,90. 

O filme possui um enfoque maior na vida pessoal de Freddie Mercury, interpretado por Rami Malek, explorando sua relação com os demais integrantes do Queen ao longo dos anos. Para isso, inicia-se com um jovem ousado, filho de imigrantes indianos, se convidando para cantar com a banda universitária Smile.

Após tornar-se um membro permanente, ao lado de Brian May e Roge Taylor, passa a denominar a banda de Queen. Com sua presença em palco arrebatadora, sua voz única e suas ideias elaboradas paras as gravações, Freddie foi fundamental para o sucesso do grupo, que até hoje serve de inspiração para diversos artistas. 

A ideia de montar um longa baseado na trajetória do Queen não é nova. Em 2010, o projeto foi anunciado e contava com Sacha Baron Cohen no papel de Freddie. Porém, em 2013, o ator britânico abandonou as gravações por divergências criativas com Bryan Singer. Após um hiato na produção de 3 anos, ambos foram substituídos quando Rami Malek foi escalado para o papel do vocalista e Dexter Fletcher assume a direção.

Apesar do histórico complicado, “Bohemian Rhapsody” recebeu ótimas respostas das críticas, que lhe garantiu dois Globos de Ouro e cinco indicações ao Oscar. 


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mãos que falam:
LUIS PEDRO SCALISE

Mãos que falam: "O Leão pode perder os dentes"

'Dou um jeito de fazer acontecer', diz Anitta sobre carreira internacional
FORÇA DE VONTADE

'Dou um jeito de fazer acontecer', diz Anitta sobre carreira internacional

Mãos que falam:
LUIS PEDRO SCALISE

Mãos que falam: "Migalha"

CORREIO B

Roberto Carlos usa camisa rosa e fala de porte de armas antes de show em cruzeiro

Mais Lidas