Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

terça, 19 de fevereiro de 2019 - 01h44min

Arte

Abaixo-assinado pede a inclusão de quadrinhos no Prêmio Jabuti

12 JAN 17 - 14h:04FOLHAPRESS

Quadrinistas e cartunistas como Laerte, Rafael Coutinho, Eloar Guazzelli e os irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá se uniram em um abaixo-assinado que pede a inclusão do gênero dos quadrinhos no Jabuti, o mais tradicional prêmio de livros do país.

O troféu, que existe desde 1958, conta hoje com 27 categorias, entre elas romance, poesia, contos, adaptação, tradução, projeto gráfico e ilustração.

A carta foi redigida por Érico Assis, Ramon Vitral e Wagner Willian e defende que os "quadrinhos são uma forma de expressão artística com linguagem e histórico próprios" e que, portanto, merecem uma categoria própria no Jabuti.

"Embora tenham nascido nos jornais e tenham permanecido grande parte de sua história nas bancas de jornais e revistas, os quadrinhos são publicados no formato livro, no Brasil, desde o início do século 20. De coletâneas de tiras de jornal até reproduções de álbuns estrangeiros, os quadrinhos estiveram presentes nas livrarias brasileiras, mesmo que em grau reduzido, ao longo do século passado", diz o texto.

Em nota assinada por seu presidente, Luís Antonio Torelli, a Câmara Brasileira do Livro, responsável pelo prêmio, afirma que "o Prêmio Jabuti nasceu em 1958, com apenas duas categorias (melhor autor e editora do ano), e seguiu crescendo e se consolidando como o mais tradicional prêmio do livro no Brasil. Hoje, já contamos com 27 categorias, além da escolha dos livros do ano de ficção e não ficção. Receber um pedido como esse, para incluirmos HQs no Jabuti, comprova a importância do prêmio para todo o mercado editorial.

No decorrer dos anos novas categorias foram contempladas e não descartamos a criação de história em quadrinhos como uma delas. A CBL receberá com muito carinho este pedido e encaminhará para a curadoria do prêmio".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mãos que falam:
LUIS PEDRO SCALISE

Mãos que falam: "O Leão pode perder os dentes"

'Dou um jeito de fazer acontecer', diz Anitta sobre carreira internacional
FORÇA DE VONTADE

'Dou um jeito de fazer acontecer', diz Anitta sobre carreira internacional

Mãos que falam:
LUIS PEDRO SCALISE

Mãos que falam: "Migalha"

CORREIO B

Roberto Carlos usa camisa rosa e fala de porte de armas antes de show em cruzeiro

Mais Lidas