Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

OPORTUNIDADES

Prefeitura abre residência para médicos com bolsas de até R$ 11,8 mil

Inscrições começam amanhã e provas serão em novembro

23 OUT 19 - 14h:44ADRIEL MATTOS

Foi publicado na edição desta quarta-feira (23) do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) edital de concurso de residência médica para 30 profissionais, com salários de até R$ 11,8 mil. As vagas na área de saúde da família e comunidade e em psiquiatria, e as inscrições podem ser feitas a partir de amanhã (24).

Dessas oportunidades, 30 são para residência em saúde da família e comunidade, sendo que três estão reservadas para o sistema de cotas, com salário de R$ 11,8 mil; e mais duas para psiquiatria, com salários de R$ 3,3 mil. O tempo de formação é de dois anos para saúde da família e três para psiquiatria.

Os candidatos têm até 7 de novembro para se inscrever pelo site da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). A taxa é de R$ 150, ficando isento do pagamento aquele que conseguir comprovar ser doador de sangue com histórico de pelo menos três doações nos últimos 12 meses, doador de medula óssea, com certidão de cadastramento com, no mínimo, 30 dias, ou sendo doador ou receptor de rim e morador de Campo Grande.

As provas devem ser aplicadas no dia 24 de novembro, com 50 questões e quatro horas para ser realizada. O gabarito preliminar será divulgado no dia seguinte. Na segunda etapa, de 4 a 6 de dezembro, será feita entrevista e análise curricular dos candidatos que obtiveram nota padronizada maior ou igual a 50 pontos. A publicação do resultado final deve ser divulgada até o dia 10 de dezembro.

Os aprovados terão de 12 a 16 de dezembro para efetuar a matrícula. Em caso de ausência, será realizada uma segunda chamada. As bolsas serão pagas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no caso dos residentes em saúde da família, e pelo Ministério da Educação (MEC), para os residentes em psiquiatria.

PROGRAMA

Campo Grande será a primeira capital do País a ter o programa federal Médicos pelo Brasil, conforme noticiou o Correio do Estado em setembro. Isso porque nove Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) vão receber  o incremento de aproximadamente 100 profissionais, com trabalho voltado para a atenção primária.

O projeto desenvolvido pela Fiocruz é conhecido como Laboratório de Inovação em Atenção Primária à Saúde e será financiado pelo Ministério da Saúde. O investimento de R$ 78,1 milhões foi divulgado pelo ministro Luiz Henrique Mandetta, em julho deste ano, durante agenda na Capital.

Além dos médicos, outros profissionais também terão oportunidade de participar do certame. O projeto prevê também apoio à gestão, resultando em reforma física das unidades. As nove UBSFs receberão pintura nova, bancos almofadados e ambiente climatizado.

 

(Reportagem atualizada às 15h32)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Terminam nesta sexta-feira inscrições de concurso da UEMS
FIQUE ATENTO!

Terminam nesta sexta-feira inscrições de concurso da UEMS

Hospitais têm 108 vagas em concurso <br>e salários de até R$ 10,3 mil
UFGD E UFMS

Hospitais têm 108 vagas em concurso e salário de R$ 10 mil

Vagas de emprego disponíveis<br> com salários de até R$ 2 mil
MERCADO DE TRABALHO

Vagas de emprego disponíveis com salários de até R$ 2 mil

UEMS prorroga inscrições de concurso até novembro
OPORTUNIDADES

UEMS prorroga inscrições de concurso até novembro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião