OPORTUNIDADE

Frigorífico abre mais de 20 vagas em MS; Confira

Há oportunidades para linha de produção sem experiência
14/09/2019 13:20 - SÚZAN BENITES


 

O frigorífico JBS oferece mais de 20 oportunidades para atuação em diversas áreas. As vagas  de trabalho são para as unidades de Caarapó, Dourados e Ponta Porã. Além de oportunidades para atuar nas linhas de produção, em funções que não exigem experiência, também há vagas para formações específicas, como medicina, enfermagem, administração, logística, biologia, química, farmácia e engenharia de alimentos.

Em Caarapó, há vagas para médico do trabalho com graduação em medicina, título de especialista em medicina do trabalho, e experiência de pelo menos três anos na área.

Para a vaga de operador de produção não é necessário ter experiência. O currículo deve ser entregue na unidade, localizada na avenida Brasil, 2000, Distrito Nova América, Caarapó, ou envio para o e-mail recrutamentocaa@seara.com.br. 

Para os que quiserem se candidatar a vaga de médico do trabalho, em Dourados, as exigências são: graduação em medicina, título de especialista em medicina do trabalho e experiência de pelo menos cinco anos na área.

Há também vaga para supervisor de expedição frigorífica, supervisor de laboratório e supervisor de produção de industrializados. Os interessados devem encaminhar currículo para um dos e-mails: dayane.muniz@seara.com.br, luciana.ferreira@seara.com e victoria.gai@seara.com.br. 

Em Ponta Porã, as vagas são para técnico em enfermagem do trabalho. É necessário ter curso técnico na área, possuir CNH categoria B, disponibilidade de horário, entre outras exigências. Os interessados devem se inscrever até a próxima terça-feira (17) no site vagas.com.br ou enviar currículo para recrutamento.pop@friboi.com.br.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".