Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sexta, 15 de fevereiro de 2019 - 23h12min

EXPORTAÇÕES

Vendas externas de carne bovina são 10% maiores do que ano passado

Percentual se refere ao período de janeiro a novembro de 2018

7 DEZ 18 - 16h:00ALINE OLIVEIRA

As exportações de carne bovina brasileira registraram mais um índice positivo em novembro, com a movimentação de 156.240 toneladas. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), o total representa um crescimento de 12%, em relação ao mesmo mês de 2017, que obteve 141.225 toneladas. 

Em Mato Grosso do Sul, no mesmo período, o preço médio da arroba do boi chegou a R$ 144,39  e da vaca, R$ 136,04. Nos dois casos, a valorização chegou a 8,76% e 9,18%, respectivamente, se considerado o ano de 2017. 

Com relação as receitas, o percentual é um pouco menor, mas ainda apresenta alta, 5% em novembro com US$ 618 milhões, contra US$ 589,8 milhões em 2017.

Outro número importante divulgado foi o crescimento dos países que compram carne brasileira: de janeiro a novembro 108 países ampliaram as importações do Brasil, enquanto 54 apresentaram redução na compra. 

JANEIRO A NOVEMBRO

No acumulado do ano até novembro, o volume já alcançou 1 milhão 486 mil toneladas exportadas contra 1 milhão 349 mil toneladas no mesmo período de 2017, num aumento de 10%, enquanto que as receitas atingiram a US$ 5,96 bilhões. No ano passado elas foram de US$ 5,5 bilhões, com elevação de 8%, portanto.

A China continua sendo a grande responsável pelo bom desempenho da carne bovina nas exportações brasileiras. Em 2017, até novembro, as importações chinesas via cidade estado de Hong Kong e as realizadas pelo continente somaram 428.567 toneladas com receita de US$ 2,04 bilhões.

 Em 2018, no mesmo período, elas atingiram a 656.393 toneladas com receita de US$ 2,68 bilhões. Com isso a China elevou sua participação total nas vendas brasileiras do produto de 37,7% em 2017 para 43,9% em 2018. 

O Egito também elevou suas compras de 138.360 toneladas para 166.403 (+20.3%) enquanto o Chile importou 56.208 toneladas em 2017 e 103.529 em 2018 (+84%). A maioria dos países integrantes da União Europeia também elevou suas aquisições de carne bovina do Brasil em 2018; os mais representativos foram a Alemanha (+ 12,6%); Espanha (+ 24,7%); Reino Unido (+ 12,9%). 

*Com informações da Abrafrigo

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mesmo com ano difícil, produção de suínos cresceu 20% em MS
SUINOCULTURA MS

Mesmo com ano difícil, produção de suínos cresceu 20% em MS

Aplicativo é criado para ajudar  produtor a cumprir rastreabilidade
TECNOLOGIA NO CAMPO

Aplicativo é criado para ajudar produtor a cumprir rastreabilidade

Florestas de Mato Grosso do Sul superam 1,1 milhão de ha
RURAL

Florestas de MS superam
1,1 milhão de hectares

Vacina de Aftosa terá dose reduzida para diminuir reação de animais
PECUARISTA

Vacina de Aftosa terá dose reduzida para diminuir reação de animais

Mais Lidas