Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

GERAÇÃO DE RENDA

Setor sucroenergético de MS é lider na criação de postos de trabalho

Mato Grosso do sul soma 19 unidades produtoras de etanol e cana

9 JUN 19 - 15h:31ALINE OLIVEIRA

O setor produtivo de Mato Grosso do Sul apresenta boas notícias para o segmento sucroenergético que obteve destaque na contratação de trabalhadores entre os meses de janeiro e abril deste ano.

Ao todo foram criados 747 postos de trabalho e de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0), a atividade de produção de etanol lidera na geração de empregos com 618 contratações, enquanto que o processamento de açúcar foi responsável por 129 admissões.

Levantamento feito pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta ainda que o setor sucroenergético é responsável por mais de 32 mil empregos diretos e 96 mil indiretos, considerando a proporção de uma vaga direta para três indiretas.

Na avaliação do presidente da Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda Filho, com o início da safra 2019/2020 já se esperava um saldo maior, porém, o número alcançado superou as expectativas.

"Ficamos satisfeitos em observar que o crescimento no número de postos de trabalho aumentou de forma tão positiva. O resultado demonstra a abertura e participação do setor na economia do Estado", argumenta.

LEVANTAMENTO QUINZENAL

O representante da Biosul divulgou ainda, o volume acumulado da safra 2019/2020 entre 1 de abril e 31 de maio. O total processado da matéria-prima é de 11,6 milhões de toneladas, o que equivale a 8,5% de crescimento em relação ao ciclo 2018/2019.

Acompanhando os resultados do ano anterior, o mix de produção se mantém equilibrado, com 87% da produção voltada ao etanol e 13% para o açúcar.

"A projeção inicial para esta safra é processar 51 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, com crescimento de 3,5% em relação ao ciclo anterior. Em nosso acompanhamento quinzenal da colheita é possível avaliar que o resultado está satisfatório, já que o total processado chegou a 3,7 milhões de toneladas", observa Hollanda.

Sobre o mix da produção, a avaliação também é positiva conforme analisado pelo presidente da Biosul. Desde o início da colheita atual já que foram produzidos 726 milhões de litros de etanol, dos quais 138 milhões de litros são anidro e 587 milhões de litro, hidratado. "A titulo de comparação, o consumo anual de etanol em Mato Grosso do Sul chega a 300 milhões de litros", conclui.


 


 


 


 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Especialistas debatem sanidade na produção de suínos
SUINOCULTURA MS

Sanidade é tema de evento sobre produção de suínos

Melhoramento genético é proposta para elevar qualidade do rebanho
PECUÁRIA DE CORTE

Melhoramento genético é proposta para elevar qualidade do rebanho

Produtores rurais de MS precisam atualizar cadastro para ter desconto
ELETRIFICAÇÃO RURAL

Produtores rurais de MS precisam atualizar cadastro

CORREIO RURAL

Safra de grãos 2018/19 deve ser recorde de 238,9 milhões de toneladas, diz Conab

Mais Lidas