Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PESQUISA CONAB

Safrinha será a vedete
da produção em MS

Estimativa é do 6º Levantamento da Safra de Grãos

18 MAR 19 - 09h:58DA REDAÇÃO

Embalada pela expectativa de crescimento do milho segunda safra, a produção total de grãos em Mato Grosso do Sul deve avançar de 16,3 milhões de toneladas para 18 milhões de toneladas na safra 2018/2019. A estimativa é do 6º Levantamento da Safra de Grãos, divulgado ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). 

Do total produzido nas lavouras do Estado, 9,19 milhões de toneladas são estimadas para o milho safrinha. Em relação à safra 2017/2018, quando foram produzidos 6,33 milhões de toneladas, a produção do cereal deve saltar 45%, segundo a Conab. 

A estimativa também é de aumento da área plantada (+4,7%), saindo de 1,72 milhão de hectares para 1,80 milhão de hectares. Já a produtividade deve alcançar 6.338 quilos por hectare, média 38,5% maior que a da safra anterior, de 5.104 quilos por hectare.

De acordo com o boletim rural da Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul) e Associação de Produtores de Soja de MS (Aprosoja-MS), 82,2% das lavouras de milho acompanhadas no Estado já estavam com plantio realizado até sexta-feira (8), com maior avanço constatado na região Sul (88,2%). Quanto à soja, a área colhida alcançou 85,5% no Estado e a região Sul está mais adiantada, com 88,2% já colhidos.

SOJA

Já para a soja, a Conab prevê redução de 13,2% na produção da oleaginosa em Mato Grosso do Sul nesta safra, baixando de 9,60 milhões de toneladas para 8,33 milhões de toneladas. Apesar da retração, a área de soja plantada no Estado deve crescer 5,4%, alcançando 2,81 milhões de hectares, diante de 2,67 milhões de hectares do ciclo 2017/2018.

Além de Goiás e do Paraná, Mato Grosso do Sul também se destaca entre os estados que terão redução na produtividade da safra de soja, “quando comparada à excelente produtividade da safra passada”, “ocasionada por adversidades climáticas severas”. 

A área total de grãos cultivada em Mato Grosso do Sul terá expansão de 5,1%, passando de 4,54 milhões de hectares para 4,77 milhões de hectares. A produtividade prevista é de 3.771 quilos por hectare, 9,8% maior que a média de 3.608 quilos colhidos por hectare no ciclo passado.

BRASIL

A safra de grãos 2018/2019 deve alcançar a marca de 233,3 milhões de toneladas, mantendo-se como a segunda maior registrada na série histórica do País. O bom desempenho é impulsionado pela melhora da produção do milho na segunda safra do grão, conforme o levantamento da Conab. 

Para a segunda colheita do milho, a expectativa é de que a produção chegue a 66,6 milhões de toneladas, volume 23,6% superior ao registrado na safra passada. “Esse resultado é reflexo da maior área”, afirma o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana. “Com 80% dos grãos já plantado, os agricultores devem destinar 12 milhões de hectares para plantio, em vez dos 11,5 milhões de hectares da safra passada”.

O superintendente ressalta ainda que a produtividade deve melhorar. “A expectativa é de que sejam colhidos 5.228 quilos por hectare, mas estamos trabalhando com dados estatísticos, uma vez que ainda não é possível aferir o desempenho do milho nas lavouras”.

O estudo aponta que o algodão também teve destaque positivo, chegando a uma produção de até 2,6 milhões de toneladas da pluma, um incremento que chega a 28,4%.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Senar/MS oferece 15 opções de cursos gratuitos em fruticultura
CAPACITAÇÃO GRATUITA

Senar/MS oferece 15 opções de cursos em fruticultura

Próximo leilão para venda de milho é marcado para 24 de abril
ESTOQUE PÚBLICO

Próximo leilão de milho é marcado para 24 de abril

Valor Bruto da Produção deve cair para R$ 31,1 bilhão em MS neste ano
RENDA DA LAVOURA

Valor Bruto da Produção deve cair para R$ 31,1 bilhão em MS

Setor florestal lança 7ª campanha de prevenção a incêndios
CLIMA SECO

Entidade lança 7ª campanha de prevenção a incêndios

Mais Lidas