Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

CORREIO RURAL

Safra de grãos 2018/19 deve ser recorde de 238,9 milhões de toneladas, diz Conab

11 JUN 19 - 17h:00ESTADÃO CONTEÚDO

A produção brasileira de grãos 2018/19 deve atingir 238,9 milhões de toneladas, o que corresponde a um crescimento de 4,9%, ou 11,2 milhões de t, em comparação com a safra de 2017/18 (227,68 milhões de t). Os dados fazem parte do 9º Levantamento da Safra de Grãos 2018/2019 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta terça-feira, 11. Se confirmado, o resultado representa um novo recorde, superando em cerca de 100 mil t a safra 2016/17, que foi de 238,8 milhões de toneladas. 

A soja, principal produto cultivado pelo País, deve alcançar volume de 114,8 milhões de t, 3,7% a menos do que a safra 2017/18 (119,28 milhões de t). Deste total, 78% da cultura é semeada nas Regiões Centro-Oeste e Sul, informa a Conab. Houve um crescimento de 1,9% na área de plantio.

A produção do milho primeira safra está estimada em 26,33 milhões de t, representando queda de 1,8% em comparação com o período anterior (26,81 milhões de t). Segundo a Conab, o destaque é a Região Sul do País, que representa mais de 45% desse total. Houve uma redução de 2% na área cultivada para esta cultura, especialmente em Minas Gerais, Maranhão e no Piauí. 

Já o milho segunda safra teve um aumento de 31,1% na produção, impulsionado principalmente pelos incrementos esperados em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná. A segunda safra de milho está projetada em 70,68 milhões de t ante 53,90 milhões de t 2017/18. Com isso, a safra total de milho deve alcançar 97 milhões de t, aumento de 20% em comparação com o período anterior (80,71 milhões de t). A área cultivada também alcançou um acréscimo de 6,9%, em comparação 2017/18.

A safra de algodão em pluma deve crescer 33,4%, impulsionada pela demanda mundial pelo produto. A produção deve atingir 2,68 milhões de t em comparação com 2 milhões de t no período anterior.

A produção de arroz está prevista em 10,51 milhões de t, 12,9% menor que a safra passada (12,06 milhões de t), principalmente em razão das reduções ocorridas nos Estados produtores de destaque: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso e Tocantins.

A primeira safra de feijão deve diminuir 13,2% na área e 22,8% na produção estimada em comparação a 2017/18, passando de 1,29 milho de t para 993,7 mil t. O destaque foi para as variações de área no Piauí e no Paraná. O feijão segunda safra teve 1,47 mil hectares cultivados, com destaque para Ceará, Mato Grosso e Paraná, como as maiores áreas plantadas neste período. 

A estimativa da Conab indica que a produção deve subir 12,5%, de 1,22 milhão de t para 1,37 milhão de t. "O plantio do feijão terceira safra ainda está em andamento, com estimativa de área semeada de 591 mil hectares", informa a Conab.

Com o início do plantio, a partir de abril, estima-se a produção das culturas de inverno (aveia, canola, centeio, cevada, trigo e triticale) em cerca de 0,8% superior à obtida em 2018. A safra de trigo, principal cultura, deve crescer 0,9%, passando de 5,43 milhões de t para 5,47 milhões de t. 

A área plantada total na safra 2018/19 deve ficar em 62,91 milhões de hectares, representando crescimento de 1,9%, em relação à safra anterior (61,72 milhões de hectares). Os maiores aumentos de área identificados são de soja, 672,8 mil hectares, milho segunda safra, 795,3 mil hectares e algodão, 425 mil hectares.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Na Índia, Tereza Cristina diz que agricultura brasileira não é vilã
MERCADO

Na Índia, Tereza Cristina diz que agricultura brasileira não é vilã

Brasil articula criação de centro de aprimoramento de gado leiteiro na Índia
MISSÃO

Brasil quer aprimorar gado leiteiro na Índia

Estado tem 19 usinas de biocombustível
AGRONEGÓCIOS

Com 19 usinas, produção de biocombustível avança

Projeto auxilia na criação de hortas familiares em Campo Grande
HORTA URBANA

Projeto auxilia na criação
de hortas familiares
em Campo Grande

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião