Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Regime de afetação

Ruralistas poderão usar parte da propriedade como garantia de empréstimo

A intenção é ampliar e tornar mais simples e ágil o acesso do produtor rural ao crédito

14 JUN 17 - 17h:01Istoé

O plenário do Senado aprovou hoje (14) Projeto de Lei (PL) 212/15, originário da Câmara, que autoriza o proprietário de imóvel rural a submeter a área total ou fração de seu imóvel ao regime de afetação e instituir a Célula Imobiliária Rural (CIR).

O regime de afetação permite que o produtor rural separe uma parte do imóvel para dar como garantia ao pedir um empréstimo. Desta forma, o produtor não compromete toda a propriedade e separa uma fração que tenha valor equivalente ao da negociação. A CIR é um título de crédito criado pela proposta que pode ser negociado na bolsa de valores.

A intenção é ampliar e tornar mais simples e ágil o acesso do produtor rural ao crédito. O texto volta à Câmara dos Deputados, já que foi alterado por emendas do relator Ronaldo Caiado (DEM-GO).

O projeto também prevê que ficará sujeito à condenação, por crime de estelionato, o produtor rural que mentir sobre a área do imóvel rural ou suas características, instalações e acessórios, lançados como patrimônio de afetação.

A mesma punição será aplicada a quem omitir, na CIR, que o bem está sujeito a outro ônus ou responsabilidade de qualquer espécie, inclusive de natureza fiscal e ambiental.

Uma das emendas do senador inclui a obrigação de registrar a célula imobiliária em até 90 dias, sob pena de se tornar sem efeito. A outra diz que o proprietário que não emitir a CIR em 90 dias, ficará impedido de afetar o patrimônio por um ano.

Uma terceira emenda acrescenta a necessidade de adimplência em relação ao financiamento e aos créditos rurais contratados com juros subsidiados.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Morre Rubens Catenacci, Embaixador da Carne de Qualidade de MS
NOTA DE PESAR

Morre Rubens Catenacci, Embaixador da Carne de Qualidade de MS

Conselho de agrotóxicos elabora plano para controle de pragas em MS
CORREIO RURAL

Conselho de agrotóxicos elabora plano para controle de pragas em MS

Cana-de-açúcar processada cresce 5,4% e soma 49,5 milhões de toneladas
SAFRA 2018/2019

Produção de cana soma 49,5 milhões de toneladas

Produtores do Estado buscaram R$ 9,2 bilhões em crédito rural
DINHEIRO NO CAMPO

Produtores do Estado buscaram R$ 9,2 bilhões em crédito rural

Mais Lidas