Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EXPORTAÇÕES MS

Produtores de milho de MS estão otimistas com valorização do grão

Em janeiro, o preço da saca do milho no Estado teve valorização de 26%

4 FEV 19 - 17h:55ALINE OLIVEIRA

Lançado oficialmente no dia 31 de janeiro, o plantio do milho de 2ª safra em Mato Grosso do Sul já começou e 8,4% do total, 1,9 milhão de hectares já foi semeado. A estimativa de produção para o atual ciclo é de 9 milhões de toneladas e o setor produtivo está otimista com a comercialização, em razão da elevada demanda observada no mercado internacional. 

A avaliação do presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito se justifica em razão dos dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), relativos ao mês de janeiro.

As vendas internacionais de milho no Brasil somaram 3,8 milhões de toneladas, volume que já supera em 42,4% as negociações do ano anterior que alcançaram 3 milhões de toneladas. "Antecipamos em 15 dias, o plantio e se o clima for favorável teremos oportunidade de realizar bons negócios em termos de exportações", pontua.

ANÁLISE TÉCNICA

Conforme divulgado pela unidade técnica da federação, o preço da saca de milho em Mato Grosso do Sul, registrou média de R$ 28,58 em janeiro, o que representa uma valorização de 26% no período. 

“Apesar da retração na moeda americana no início deste ano, de 5,4%, os preços no mercado interno acumularam valorização, devido aos aumentos do cereal no mercado internacional e ao bom desempenho da demanda externa”, ressalta a analista técnica Famasul, Bruna Mendes. 

A receita das vendas internacionais do grão atingiu US$ 668 milhões de dólares, com alta de 27,1% frente 2018 (US$ 468,9 milhões), significando que a tonelada valorizou 12% este ano, com a média de US$ 174. Mato Grosso do Sul comercializou até o dia 28 de janeiro 82,10% da safra 2018. Em relação à safra passada, a comercialização atual está mais avançada em sete pontos percentuais.

SOBRE SOJA

 A Associação de Produtores de Soja (Aprosoja/MS) previu durante a fase de plantio, uma produção de 10 milhões de toneladas, porém com as intempéries climáticas em diversos municípios a estimativa foi reduzida para 8,947 milhões da oleaginosa, volume 6,6% menor que a última safra.

De acordo com o Departamento Técnico da Famasul, o preço médio da saca de soja em encerrou janeiro em R$ 65,47/sc, 4,27% superior ao registrado em igual período de 2018, onde a saca foi cotada em média a R$ 62,79.

Segundo levantamento realizado pela Granos Corretora, até 28 de janeiro o Estado já havia comercializado 38,33% da safra 2018/19. A safra 2018/2019 já registra comercialização superior em sete pontos percentuais o volume comercializado da safra anterior em igual período.

*Com informações da Ascom Famasul

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Exportações de carne podem fechar 2019 com resultado recorde

ECONOMIA

Novo sistema vai agilizar atendimento de emergências veterinárias

As notificações das suspeitas serão feitas online
Defesa agropecuária recebe aporte de US$ 200 milhões
RECURSOS

Defesa agropecuária recebe aporte de US$ 200 milhões

BRASIL

Justiça concede liminar contra decisão que suspendeu uso de 63 agrotóxicos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião