Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

região sul

Geada no Estado pode afetar
até 15% do milho safrinha

Na região sul, a colheita está com 4,8% de conclusão

19 JUL 2017Por DA REDAÇÃO06h:00

Geada que atingiu na madrugada de ontem 14 municípios de Mato Grosso do Sul pode ter comprometido cerca de 15% do milho safrinha ainda não colhido nas regiões produtoras afetadas.

A projeção, realizada por produtores rurais ouvidos pelo Correio do Estado, leva em conta lavouras da região sul, onde a média de colheita do grão tinha alcançado 4,8% até a primeira semana de julho, pouco acima da média ponderada para o Estado, de 4,6%, conforme dados do Sistema Sigo, ferramenta de monitoramento da Associação dos Produtores de Soja do Estado (Aprosoja-MS).

Ontem, técnicos da entidade permaneciam em campo realizando mapeamento das áreas atingidas pelas geadas e análise dos impactos. 

Entre as localidades que já estimam perdas nesse índice está Maracaju, onde fez 0ºC às 2h30min de ontem, segundo informado pelo presidente do sindicato rural do município, Juliano Schmaedecke. “É difícil quantificar o tamanho da perda, mas, a geada pegou 15% do milho que foi plantado mais tarde”, explicou. 

No Estado, a estimativa é de que 200 mil hectares de milho tenham sido plantadas tardiamente e podem ser impactadas pela geada. 

*Leia reportagem, de Renata Prandini e Jones Mário, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também