PECUÁRIA LEITEIRA

Encontro técnico discutirá cenário comercial do leite

Evento acontecerá no sindicato rural
04/06/2019 15:37 - ALINE OLIVEIRA


 

Produtores de leite de Mato Grosso do Sul terão oportunidade de se atualizar sobre o setor produtivo nesta sexta-feira (7), no Sindicato Rural de Campo Grande. Neste dia será realizado o 22° Econtro Técnico do Leite, com foco no debate dos gargalos da atividade leiteira, bem como alternativas de retomar o crescimento na produção da proteína. 

A programação será contemplada com especialistas do setor, entre eles, o assessor técnico em Pecuária de Leite na CNA (Confederação Nacional da Agropecuária), Thiago Francisco Rodrigues que discorrerá sobre a Viabilidade Econômica da Produção e Comercialização.

Em seguida, o doutor André Rosemberg, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), apresentará um painel sobre O efeito da adoção de tecnologias na atividade leiteira. 

Representando o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Elisângela Longo Vendruscolo abordará as novas regras para Produção e Comercialização do Leite Cru Refrigerado. 

SOLUÇÕES

O encontro acontece no intuito de retomar a produção estadual, que despencou 46% nos últimos quatro anos, passando de 364 milhões de litros em 2014 para 198 milhões de litros em 2018. 

Segundo o diretor do Sindicato Rural de Campo Grande e presidente do Conseleite (Conselho Estadual de Leite), Wilson Igi o “leite é um produto em extinção em Mato Grosso do Sul”. 

“A maior parte dos produtores, quase 100% deles não vende o leite, apenas entrega, porque só recebe no mês seguinte, quando vai saber o valor pelo qual vendeu o produto. Por isso esse tema é pertinente, para auxiliar o produtor a saber qual o verdadeiro custo de produção e por quanto que tem que vender para ter lucro. Esse é um dos principais motivos para os produtores deixarem a atividade”, afirma Igi.

A programação terá ainda, a apresentação de cases de sucesso sobre comercialização através de associação e de cooperativa de produtores. 

*Com informações Assessoria de Imprensa

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".