Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

CORREIO RURAL

Dois frigoríficos de MS estão entre os autorizados a exportar carne para China

Outras 23 empresas receberam o aval chinês

9 SET 19 - 12h:39RAFAEL RIBEIRO (com agências)

Dois frigoríficos de Mato Grosso do Sul estão habilitados a vender carne para a China, segundo divulgou o governo do país asiático nesta segunda-feira (9) ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Receberam a habilitação, segundo a Pasta, os frigoríficos Agroinsdustrial Iguatemi, de Iguatemi, e a Naturafrig Alimentos, de Rochedo, ambas para exportação de carne bovina. 

Além deles, outros 23 frigoríficos receberam a habilitação dos chineses.

Dos 25 frigoríficos habilitados, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um de porco e um de asinino. As empresas já podem exportar imediatamente. Com a decisão do órgão de sanidade chinês, o número de plantas habilitadas passa de 64 para 89.

As negociações para que os chineses ampliasse o número de frigoríficos brasileiros autorizados a exportar para a China foram conduzidas pelo Mapa em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada do Brasil em Pequim.

Em maio, a ministra Tereza Cristina e comitiva viajaram para China e outros países asiáticos com o objetivo ampliarem a venda dos produtos agropecuários brasileiros.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil articula criação de centro de aprimoramento de gado leiteiro na Índia
MISSÃO

Brasil quer aprimorar gado leiteiro na Índia

Estado tem 19 usinas de biocombustível
AGRONEGÓCIOS

Com 19 usinas, produção de biocombustível avança

Projeto auxilia na criação de hortas familiares em Campo Grande
HORTA URBANA

Projeto auxilia na criação
de hortas familiares
em Campo Grande

Colheita de maçã emprega 5 mil indígenas do Estado
GUARANI-KAIOWÁS

Colheita de maçã emprega 5 mil indígenas do Estado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião