Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

PECUÁRIA CORTE

Carne bovina brasileira soma 3º melhor resultado histórico em exportações

MS totalizou 106,4 mil toneladas de carne comercializada externamente

20 NOV 2018Por ALINE OLIVEIRA18h:02

 A associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), divulgou nesta terça-feira (20), que as exportações totais de carne bovina brasileira registraram o terceiro melhor resultado da história. O resultado se refere ao mês de outubro, demonstrando que houve crescimento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Os dados foram observados em relação ao produto in natura e processado, sendo que em termos de volume, atingiram 161.517 toneladas, contra 143.916 toneladas em 2017, perdendo somente para a movimentação obtida em agosto e setembro últimos.

No que diz respeito à receita, o resultado de outubro foi de US$ 619,5 milhões, contra US$ 599,5 milhões no mesmo mês do ano passado, aumento de 3%.Este resultado está em linha com a previsão da Abrafrigo de um crescimento de 10% para as exportações neste ano. 

No acumulado até outubro, a movimentação atingiu 1.328.035 toneladas, com crescimento de 10% em relação ao mesmo período do ano passado quando alcançaram 1.208.668 toneladas. Nas receitas, o total obtido em 2018 chegou a US$ 5,34 bilhões contra US$ 4,92 bilhões em 2017, crescimento de 8%.

CENÁRIO REGIONAL

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) Mato Grosso do Sul abateu 250 mil animais no mês de outubro, aumento de 6,79% em relação aos 234 mil abatidos em outubro de 2017. 

A unidade técnica da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), destacou que no acumulado de janeiro a outubro de 2018 foram abatidos 2,7 milhões de animais superando em 4,8% às 2,5 milhões de cabeças de igual período de 2017. A produção de carne foi 691 mil toneladas, 4,6% maior que as 660 mil toneladas produzidas entre de janeiro e outubro de 2017.

Na comparação mês a mês, outubro registrou queda em relação à setembro. No comparativo com igual período de 2017 o mês de outubro de 2018 superou em 4,9% o volume exportado de carne bovina in natura por Mato Grosso do Sul totalizando 11,1 mil toneladas. O faturamento ficou 3,6% menor com US$ 43,5 milhões. 

Já no acumulado de 2018 (janeiro a outubro) as vendas para o mercado externo totalizaram 106,4 mil toneladas, alta de 8,15% em relação às 98,4 mil toneladas de igual período de 2017. A receita de US$ 38,9 milhões avançou 5% frente aos US$ 417,8 milhões registrados em janeiro a outubro de 2017.

ABERTURA DE MERCADOS

“Vale lembrar que se espera, a partir de novembro, o reinício das vendas para o mercado russo, fechado desde dezembro de 2017, e que no ano passado já havia adquirido 131 mil toneladas do produto brasileiro, o que representou mais de 10% das exportações brasileiras na época”, destaca a entidade em nota.

A China continua sendo o maior mercado para a carne bovina brasileira com compras, até outubro, de 585.263 toneladas, através da cidade estado de Hong Kong e do continente. Em 2017, até o mês passado, eram 448.721 toneladas, o que elevou a participação chinesa nas exportações de 37,1% para 44,1%.

Em segundo lugar veio o Egito, com importações de 147.894 toneladas (+ 19,5%) e em terceiro o Chile, com 92.402 toneladas (+92%). Entre os 20 principais destinos do produto brasileiro, destacaram-se ainda em crescimento em 2018, o Uruguai, com aumento de 276% nas aquisições.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também