Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

SELVÍRIA

Ação social oferecerá serviços cadastrais para agricultores familiares

Público-alvo são as 452 famílias moradoras na região

28 NOV 2018Por ALINE OLIVEIRA15h:15

Nesta quinta e sexta-feira (29 e 30 de novembro), produtores familiares com propriedades no município de Selvíria terão oportunidade de acessar vários serviços de cadastramento intermediados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em Mato Grosso do Sul (Incra/MS). 

A ação social disponibilizará para os assentados da região, serviços e políticas públicas do Incra, como: análise documental e abertura de demandas referentes a projetos de assentamento, emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e Contratos de Concessão de Uso (CCU) , Supervisão Ocupacional nos lotes, desbloqueio no Sistema de Informações de Projeto de Reforma Agrária (Sipra), atualização cadastral, informações sobre Meio Ambiente, atualizações cadastrais, emissão de CPF, entre outros.

Uma equipe de 12 servidores deverá atender aproximadamente 452 famílias na região, sendo 87 no assentamento Alecrim, 184 no Canoas e 181 no São Joaquim. A abertura dos serviços ocorrerá no dia 28 de novembro às 19 horas na Escola Municipal, localizada no assentamento São Joaquim. 

Também participarão da Ação as Secretarias de Saúde da Prefeitura de Selvíria, as Secretarias Estaduais de Assistência Social e de Educação, a Agraer e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Para agilizar e os trabalhos, pede-se aos assentados apresentarem documentos: RG, CPF, comprovante de residência, comprovante de produção nos lotes anteriores a 21 de dezembro de 2015, matrículas escolares anteriores a 21 de dezembro de 2015 , certidão de nascimento, CNISS, cadastro no Cad único, consulta de CPF com vínculo ao CNPJ.

Este é um projeto piloto do Incra em Mato Grosso do Sul, realizado pela Divisão de Desenvolvimento de Projetos de Assentamento, por meio do Núcleo de Educação e Cidadania.

*Com informações da Assessoria de comunicação do Incra/MS

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também