Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2018

Vice de Amaducci é <br> advogada da região do Bolsão

PT anunciou Lucilene Maria da Silva e Silva como vice da chapa ao governo
21/06/2018 12:37 - Izabela Jornada


 

O Partido dos Trabalhadores anunciou o nome da pré-candidata a vice-governadora de Mato Grosso do Sul. Os militantes disseram que a advogada e professora de geografia Lucilene Maria da Silva e Silva, 48 anos, de Três Lagoas, será a postulante ao cargo, nas eleições de 2018.

Para o cargo de governador, o partido aposta no ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci.

O deputado Cabo Almi (PT) declarou, durante sessão legislativa desta quinta-feira (21), que já participou de movimentos sociais com a pré-candidata que é da região do Bolsão.

Ainda segundo Almi, o nome de Lucilene foi escolhido durante reunião da executiva do partido, que ocorreu na última terça (19). Almi lembrou ainda de quando militou ao lado da pré-candidata em movimentos sociais em prol dos direitos das mulheres. 

Outros pré-candidatos de dos outros três partidos, MDB (André Puccinelli), PSDB (Reinaldo Azambuja) e PDT (Odilon Oliveira) ainda não definiram o nome de seus vices.

Na manhã de ontem (20), Amaducci esteve na Capital para lançar vaquinha do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva que será pré-candidato à Presidência da República pelo PT, mas nenhum dos quatro deputados da bancada petistas - Pedro Kemp, Amarildo Cruz, João Grandão e Cabo Almi - estiveram presentes. 

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!