Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VOTAÇÃO

Vereadores votam cinco projeto de lei e um veto

Sessão é transmitida pelas redes sociais
15/08/2019 08:39 - EDUARDO PENEDO


 

Os vereadores de Campo Grande votam cinco projetos de lei e um veto do executivo na sessão desta quinta-feira (15) na Câmara Municipal.  

Três projetos estão previstos para serem votados em primeira discussão são eles: o Projeto de Lei 9.244/19, que institui o Programa Criança Segura, Prevenção para Combater o Desaparecimento das Crianças (Criseg) em eventos no Município de Campo Grande e dá outras providências. A proposta é dos vereadores Papy, João César Mattogrosso e Delegado Wellington. 

Também está prevista a votação, em primeira discussão, do Projeto de Lei 9.235/19, do vereador Pastor Jeremias Flores, que dispõe sobre o nivelamento educacional e inserção em Escolas para Jovens e Adultos (EJA), voltado ao menor infrator no em Campo Grande e dá outras providências. 

Ainda em primeira discussão, os vereadores votam Projeto de Lei 9.227/19, que denomina de “Professora Vó Lina Lemes de Oliveira – Vó Lina” a Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei), localizada na Avenida Sete do Bairro Jardim Carioca. A proposta é do vereador Chiquinho Telles. 

Em segunda discussão, mais duas propostas serão votadas. Está pautada análise do Projeto de Lei 9.186/19, que institui o “Programa Escola Cidadã”, estabelecendo práticas cidadãs na recepção de novos alunos em instituições municipais de ensino municipais e dá outras providências. A proposta é dos vereadores Dr. Wilson Sami e Delegado Wellington.  

Ainda, em segunda discussão, analisam o Projeto de Lei 9.216/19, que instituiu o Programa Adote a Saúde, dos vereadores João César Mattogrosso, Odilon de Oliveira e Dr. Wilson Sami. A proposta tem objetivo de incentivar pessoas jurídicas e a sociedade civil organizada a contribuírem para a conservação e a manutenção das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).  

Por fim, os vereadores avaliam o Veto Total ao Projeto de Lei 8.940/18, do vereador Papy, que institui o Proaps-CG (Programa de Avaliação a Saúde Pública de Campo Grande), que trata dos resultados da avaliação dos servidores da Saúde.  

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...