Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Apropriação Indébita

Vereador é condenado a prisão por crime durante campanha

Despesas processuais e honorários advocatícios deverão ser pagos pelo réu

24 AGO 15 - 10h:16DA REDAÇÃO

O vereador de Bela Vista, Marcelo Batillani Calvano (PSD), foi condenado a quatro anos e oito meses de reclusão por apropriação indébita. Conforme decisão do juiz Vinícius Pedrosa Santos a pena deve ser cumprida em regime semiaberto.

O juiz determina ainda que o vereador pague as despesas processuais e honorários advocatícios fixados em favor da Defensoria Pública, no valor de R$ 2.450,00. A quantia deve ser revertida para a Fundo Especial para o Aperfeiçoamento e o Desenvolvimento das Atividades da Defensoria Pública (Funadep).

A cópia da sentença também será encaminhada a todas as esferas do Ordem dos Advogados do Brasil e a Câmara de Vereadores de Bela Vista para as providências cabíveis, à Justiça do Trabalho e Federal, Defensoria Pública e Polícias Civil e Militar. A sentença foi publica na última sexta-feira (21), no Diário Oficial da Justiça.

De acordo com o site Idest, o vereador Marcelo Batillani disse que não vai fugir da Justiça e já entrou com interposição de recurso. Ele é acusado de se apropriar de uma quantia em dinheiro durante a campanha eleitoral. “Esse processo surgiu na época de campanha, mas não procede. Existe uma preocupação dos meus adversários em querer mostrar para a população que eu estou preso e fui condenado, mas continuo trabalhando na Câmara e o processo está em recurso ”, destaca.

Marcelo é líder na Câmara do prefeito Renato de Souza Rosa (PSB), que foi afastado do cargo por 180 dias. Ele deixou a prefeitura na segunda-feira (17), após denúncias de improbidade administrativa. No lugar dele, assumiu o vice-prefeito do município, Douglas Rosa Gomes (PP).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Com 152 emendas, relatório <br>da LDO chega à Câmara
CAMPO GRANDE

Com 152 emendas, relatório
da LDO chega à Câmara

BRASIL

Bolsonaro fala em privatizar Correios, mas diz que medida passa pelo Congresso

BRASIL

PF descobre 'grupo de inteligência' que vazava informações secretas de operações

BRASIL

CCJ aprova projeto que prioriza vítimas de desastres no Cartão Reforma

Mais Lidas