Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

CRISE NACIONAL

Temer pede união para superar crise política e econômica

Temer fez apelo para que todos os setores da sociedade e o Congresso Nacional se unam

5 AGO 15 - 19h:00AGENCIA BRASIL

O vice-presidente e articulador político do governo, Michel Temer, fez hoje (5) um apelo para que todos os setores da sociedade e o Congresso Nacional se unam em favor do Brasil. Ele disse que há preocupação com a situação política e econômica do país.

“Não vamos ignorar que a situação é razoavelmente grave. Não tenho dúvida de que é grave. E é grave porque há uma crise política se ensaiando, há uma crise econômica que está precisando ser ajustada. Mas, para tanto, é preciso contar com o Congresso Nacional e com os vários setores sociedade brasileira. Eu quero, como articulador político do governo, fazer esse apelo. Ao longo do tempo, tivemos sucesso na articulação política, mas hoje, quando se inaugura o segundo semestre, agrava-se uma possível crise e nós precisamos evitar isso em nome do Brasil, do empresariado e dos trabalhadores”, disse Temer, após reunião com os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, da Advocacia-Geral da União, Luiz Inácio Adams, da Fazenda, Joaquim Levy, e da Secretaria da Aviação Civil, Eliseu Padilha.

Temer convocou todas as instituições para que trabalhem juntas pelo desenvolvimento do país. “Não há como trabalhar separadamente porque a separação envolve prejuízos para o país. Eu tenho pregado com frequência a ideia da tranquilidade, da moderação, da harmonia entre os órgãos do poder. E hoje, mais do que nunca, se faz necessária essa harmonia que tanto nós temos alardeado.”

Em sua declaração à imprensa, o vice-presidente afirmou a necessidade de reunificação do país. “É preciso que alguém tenha capacidade de reunificar a todos, de reunir a todos, de fazer este apelo, e eu estou tomando a liberdade de fazer este pedido, porque, caso contrário, nós podemos entrar numa crise desagradável para o país. Eu sei que os brasileiros não contam com isso. Por isso, mais uma vez, eu reitero: é preciso pensar no país, acima dos partidos, acima do governo e acima de toda e qualquer instituição está o país. Se o país for bem, o povo irá bem. É o apelo que eu faço aos brasileiros, é o apelo que eu faço às nossas instituições no Congresso Nacional e todos aqueles que se interessam pelo destino do Brasil.”

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro descarta recriação do Ministério da Segurança Pública
GABINETE

Bolsonaro descarta recriação do Ministério da Segurança Pública

'Não tenho resposta', diz Huck sobre 2022
ELEIÇÕES

'Não tenho resposta', diz Huck sobre 2022

Tribunal mantém ação contra Puccinelli na Justiça Estadual
PROPINA DA JBS

Tribunal mantém ação contra Puccinelli na Justiça Estadual

Nomeação de Regina Duarte deve ocorrer após viagem à Índia
SECRETARIA DE CULTURA

Nomeação de Regina Duarte deve ocorrer após viagem à Índia

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião