Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

inquérito

STF manda PF investigar Geraldo
sobre corrupção em Dourados

Caso é desdobramento da Uragano envolvendo, também, Artuzi

2 SET 17 - 04h:00DA REDAÇÃO

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou à Polícia Federal que retorne a investigar o envolvimento do deputado federal Geraldo Resende (PSDB) sobre o recebimento de propina na liberação de emendas parlamentares para atender o município de Dourados.

O inquérito (3352) é um desdobramento da Operação Uragano que, em 2010, investigou suposto esquema de corrupção e fraude em licitações envolvendo o ex-prefeito Ari Artuzi (falecido em 2013).

O retorno dos autos à PF atende pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) de 8 de agosto deste ano, que “manifesta ciência e requer providências” sobre informações no inquérito composto por 4 volumes e um apenso.

Nesta semana, o relator do processo, o ministro do STF Marco Aurélio, decidiu retomar as investigações pela PF. A determinação começou a valer a partir da última quinta-feira.

Toda a movimentação do processo nesses últimos 30 dias, segundo o deputado Geraldo Resende, estaria relacionada com a mudança de comando na PGR no próximo dia 18, quando Rodrigo Janot deixa o cargo de Procurador-Geral para assumir Raquel Dodge.

“É uma mera movimentação. O procurador pode ter pedido para movimentar uma vez que a Dodge (Raquel) vai assumir nos próximos dias”, emendando que na retomada das investigações haveria interesse em prejudicá-lo politicamente, sem citar quem seriam os interessados. 

*Leia reportagem, de Clodoaldo Silva, na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Azambuja investe em reeleição <br>de Marcos Trad
ALIANÇA

Azambuja investe
em reeleição de Marcos Trad

GOVERNO

Senadores intensificam ofensiva contra Supremo com PEC

PEC estabelece mandato de oito anos para integrantes do STF
Bolsonaro entrega reforma previdenciária dos militares ao Congresso
NESTA TARDE

Bolsonaro entrega reforma previdenciária dos militares ao Congresso

Relatório de emenda que limita atuação de promotores é adiado
INVESTIGAÇÃO DE AUTORIDADES

Relatório de emenda que limita atuação de promotores é adiado

Mais Lidas