Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

INSATISFEITA

Simone reclama do MDB nacional,
mas diz que não vai sair do partido

"Parece que existem dois MDB", disse Tebet

15 MAR 19 - 13h:56IZABELA JORNADA

A senadora Simone Tebet declarou que está insatisfeita com o MDB nacional, mas que não vai ser covarde e abandonar a sigla. “Parece que temos dois MDB. Nasci no partido, meu cordão umbilical está no MDB, sou agasalhada aqui (na executiva regional), não me vejo em outro partido, mas no nacional eu fui expulsa”, lamentou ela.

As declarações da senadora foram reveladas durante reunião do MDB que ocorreu nesta sexta-feira (15), na sede do partido regional. Na ocasião, Tebet lembrou que teve coragem quando enfrentou a direção nacional do partido, bem como defender a renovação e a saída de “caciques” que estariam atrapalhando o desenvolvimento da legenda. “Tem senadores que estão do meu lado, seria covardia sair”, salientou ela.

Tebet declarou também que percebeu a vontade de alguns correligionários em oxigenar o partido e quando ela se referia a renovação, era sobre a sigla no cenário nacional. “Eles precisam declarar 'mea culpa' e voltar ao partido de base, de chão”, alertou ela.

Sobre a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a senadora declarou que o apoio, para ela assumir, veio por meio de outros partidos e não pelo MDB. “O partido me tirou da suplência da CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) - acho que Puccinelli nem está sabendo disso - pela legenda e colocaram Renan Calheiros (senador) no meu lugar”, reclamou a senadora.

Na ocasião, ao ser indagada sobre possibilidade de ser candidata a Prefeitura de Campo Grande em 2020 e para governadora do Estado, em 2022, Tebet disse que está cedo para falar do assunto e que agora o momento é de fortalecer as bases do partido.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SEM PARTIDO

Bolsonaro diz que sua situação partidária depende do TSE

Proposta que aumenta salário mínimo pode ser votada na terça-feira
CONGRESSO

Proposta que aumenta salário mínimo pode ser votada na terça-feira

Senado deve votar MP do Coaf na terça-feira
BRASÍLIA

Senado deve votar MP do Coaf na terça-feira

CPI da Chapecoense inicia atividades e quer ouvir presidente da CBF
BRASÍLIA

CPI da Chapecoense inicia atividades e quer ouvir presidente da CBF

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião