Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

ELEIÇÕES

Senado aprova proibição de doações de empresas

3 SET 15 - 07h:00BAND

O Senado aprovou nesta quarta-feira (2), por 36 votos a 31, a proibição de doações de empresas a campanhas eleitorais, liberando apenas doações de pessoas físicas, limitadas ao equivalente a todos os rendimentos do doador em um ano.

A proibição foi incluída no projeto da reforma política por meio de emenda proposta pelo relator do texto no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

A votação do projeto da reforma política no Senado ainda não terminou, contudo. Os senadores, que já aprovaram o texto-base e essa emenda de Jucá, ainda vão apreciar emendas que podem fazer outras modificações no texto, mas não mais relativas às doações.

Após concluída a votação no Senado, o projeto, que foi alterado na Casa, terá de voltar à Câmara dos Deputados.

Críticos do financiamento privado de campanhas eleitorais afirmam que as doações de empresas estão diretamente ligadas aos casos de corrupção como o investigado na Petrobras pela operação Lava Jato.

A própria presidente Dilma Rousseff, durante sua campanha pela reeleição no ano passado, defendeu publicamente o fim do financiamento privado.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro exonera secretário especial da Cultura, Roberto Alvim
BRASÍLIA

Bolsonaro exonera secretário especial da Cultura, Roberto Alvim

POLÊMICA

Secretário de Cultura cita frase do nazista Goebbels em vídeo

"PSDB vai respeitar acordo Azambuja-Trad", diz presidente
ELEIÇÕES MUNICIPAIS

"PSDB vai respeitar acordo Azambuja-Trad", diz presidente

Sob boato de expulsão, Rose Modesto procura executiva do PSDB
TUCANOS

Sob boato de expulsão, Rose Modesto procura executiva do PSDB

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião