Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

VENCIMENTOS

Secretários e procurador-geral não terão aumento; apenas prefeito e vice

Lei que oficializa o reajuste foi publicada em Diário Oficial

22 NOV 19 - 10h:51RICARDO CAMPOS JR.

O aumento de 4,17% no salário da alta cúpula do Executivo não valerá para os secretários municipais, procurador-geral e tampouco para os titulares das unidades da administração indireta. A determinação consta na lei que oficializa o reajuste, publicada nesta sexta-feira (22) no Diário Oficial.

Conforme o texto, somente o prefeito Marcos Trad (PSD) e a vice Adriane Lopes (PEN) terão os vencimentos ajustados em 1% com efeito retroativo a partir de outubro e o restante, a partir de 1º de dezembro.

Tomando como base as informações do último pagamento disponíveis no Portal da Transparência, o salário de Trad passará de R$ 20.412,42 para R$ 21.263,61. Já o de Adriane subirá de R$ 15.308,66 para R$ 15.947,03.

O projeto não passou com unanimidade. André Salineiro (PSDB), Loester (MDB), Wilson Sami (MDB), Vinicius Siqueira (DEM) e Lívio (PSDB) foram contra o reajuste. Dos demais vereadores, Fritz (PSD), Papy (SD) e Cury (Sem partido) não estavam presentes no momento da votação. Todos os demais votaram pelo aumento.

Por efeito cascata, mesmo que não tenha sido especificado em lei, o reajuste aumenta também os servidores cujo salário é limitado pelo teto constitucional, como fiscais de renda e procuradores do município.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em MS, três deputados e um senador defendem mais verba pública nas eleições
FUNDO PARTIDÁRIO

Em MS, três deputados e um senador defendem mais verba pública nas eleições

Excesso de emendas desfigura reforma da previdência
SERVIÇO PÚBLICO

Excesso de emendas desfigura reforma da previdência

Governo federal revoga licitação que excluiu 'Folha de S.Paulo'
DIÁRIO OFICIAL

Governo federal revoga licitação que excluiu 'Folha de S.Paulo'

Novo partido de Bolsonaro tem sua criação registrada em cartório
ALIANÇA PELO BRASIL

Novo partido de Bolsonaro tem sua criação registrada em cartório

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião