Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Eleições 2018

Pesquisa mostra “velha guarda”
na preferência do eleitor de MS

Tendência é não promover renovação

21 AGO 17 - 04h:00Adilson Trindade

A última pesquisa do Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul Ltda) indica a tendência do eleitor não promover renovação política nas eleições de 2018. A mudança de rumo só se estourar novos escândalos de proporções de promover estragos irreparáveis dos maiores líderes políticos do Estado. Hoje a “velha guarda”, como é chamada os políticos tradicionais, continua sendo apontada de opção para a sucessão estadual.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), os ex-governadores André Puccinelli (PMDB) e José Orcírio dos Santos, o Zeca do PT, além do ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PTB) são alvos de denúncias, mas continuam sendo as principais opções do eleitor para a sucessão estadual ou mesmo para concorrer a uma vaga de senador. O nome fora da política em destaque é do juiz federal Odilon de Oliveira. Ele está embolado no meio dos políticos tradicionais numa eventual disputa a governador ou senador.

Nota-se hoje a relação de “amor e ódio” a André, Azambuja, Zeca e Nelsinho. Eles estão em todas as conversas sejam para serem elogiados ou criticados e não se falam de outro nome para a sucessão estadual. Este cenário mostra a fixação do eleitor em cima dos políticos da “velha guarda”.

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Bolsonaro agora diz que há problema alimentar e apenas 'pequena parte passa fome'

PSDB em Ponta Porã quer eleger oito vereadores
ELEIÇÕES 2020

PSDB em Ponta Porã quer eleger oito vereadores

Prefeito de Corumbá aposta em boa gestão como cabo eleitoral
ELEIÇÕES 2020

Prefeito de Corumbá aposta em boa gestão como cabo eleitoral

Não me senti traído com os deputados, diz Reinaldo
PROFESSORES

Não me senti traído com os deputados, diz Reinaldo

Mais Lidas