Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

LIMITE PARA INVESTIMENTOS

PEC do Teto de Gastos do Executivo é aprovada por 17 votos

O dissidente Lídio Lopes (PEN) votou contrário a matéria do Executivo

18 ABR 17 - 13h:12IZABELA JORNADA

A PEC do Teto de Gastos do Executivo foi aprovada hoje em segunda votação na Assembleia Legislativa, com 17 votos a favor e 5 contrários. A matéria deve ser promulgada pela Mesa Diretora da Casa ainda esta semana.

Mesmo com os discursos contrários feitos em tribuna pela oposição, a maioria da bancada do governo foi imprescindível para garantir a aprovação do projeto.

Além da bancada do PT (Amarildo Cruz, Pedro Kemp, João Grandão e Cabo Almi), o dissidente Lídio Lopes (PEN) também votou contrário a matéria do Executivo. "Não concordo com o congelamento dos investimentos por dez anos. Isso impede o Estado de crescer", declarou.

Porém o líder do partido do governo, deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB)  rebateu as declarações do deputado do PEN. "Não vai congelar nada. Os investimentos podem ser aumentados junto com o IPCA. Podem confiar no governo", garantiu o tucano.

A deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) também defendeu a necessidade da matéria ser aprovada. "Ter instrumento que limita o aumento dos gastos no cenário em que vivemos é necessário. O importante é ter esse instrumento para manter o equilíbrio do Estado". 

A PEC

A Proposta de Emenda Constitucional prevê o congelamento de investimentos por dez anos em Mato Grosso do Sul. A matéria foi baseada na PEC do Governo Federal que determina controle de gastos por 20 anos. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Projeto federaliza rodovias estaduais de MT e MS que formam Transpantaneira
CÂMARA DOS DEPUTADOS

Projeto federaliza rodovias estaduais de MT e MS que formam Transpantaneira

Após falhas no Enem, deputada pede explicações ao Ministério da Educação
EDUCAÇÃO

Após falhas no Enem, deputada pede explicações a ministério

Bolsonaro escala General Mourão para combater desmatamento na Amazônia
SELVA

Bolsonaro escala General Mourão para combater desmatamento na Amazônia

MPF pede para Puccinelli devolver meio bilhão de reais
JUSTIÇA

MPF pede para Puccinelli devolver meio bilhão de reais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião