Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CONSENSO

Para Azambuja, alguém sairia machucado
na disputa pela presidência da Assembleia

Paulo Corrêa foi escolhido pelo PSDB e Onevan de Matos foi contra o resultado

8 DEZ 18 - 07h:00DA REDAÇÃO

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou ter conversado com os deputados Paulo Corrêa e Onevan de Matos para que entrassem em um consenso e não disputassem a candidatura da presidência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Os cinco deputados tucanos eleitos e reeleitos votaram e Corrêa ganhou por três votos. 

Porém, Onevan foi contra o resultado e lançou seu nome como candidato à presidência, mesmo contra a decisão do partido. Ele, inclusive, fez duras críticas ao governo.

Nesta sexta, Azambuja disse que ninguém é obrigado a aceitar o resultado, mas foram estabelecidas regras para a disputa. “Eu mesmo falei com Paulo e Onevan e disse que, em uma eleição de cinco votos que pode decidir ou por 3 x 2 ou 4 x 1, sai alguém machucado, o que perder”. 

O governador alertou os dois. “Eu avisei antes para buscar entendimento, mas, como optaram para ter a disputa, o Paulo teve a maioria dos votos e está buscando conversar com a Assembleia, mas eu tenho certeza de que eu e o PSDB respeitamos a posição dele [Onevan], independentemente de tentar buscar apoio de outros candidatos”.

* Leia a reportagem, de Renata Volpe Haddad, na edição deste sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Azambuja investe em reeleição <br>de Marcos Trad
ALIANÇA

Azambuja investe
em reeleição de Marcos Trad

GOVERNO

Senadores intensificam ofensiva contra Supremo com PEC

PEC estabelece mandato de oito anos para integrantes do STF
Bolsonaro entrega reforma previdenciária dos militares ao Congresso
NESTA TARDE

Bolsonaro entrega reforma previdenciária dos militares ao Congresso

Relatório de emenda que limita atuação de promotores é adiado
INVESTIGAÇÃO DE AUTORIDADES

Relatório de emenda que limita atuação de promotores é adiado

Mais Lidas