Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

incentivos fiscais

Novo áudio complica Sérgio de Paula
em esquema de cobrança de propina

Em gravação, então chefe da Casa Civil orienta empresário

1 JUN 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

Novas gravações de áudio e vídeo mostrando José Ricardo Guitti Guimaro, o Polaco, como operador do suposto esquema de cobrança de propina de empresários de frigoríficos em troca de benefícios fiscais e concessão de licenças de operação vieram à público nesta semana.

Depois da delação de um dos proprietários da JBS, Wesley Batista, afirmando  a existência da prática no Estado, outros donos de empresas ligadas ao abate de gado tomaram coragem para denunciar o crime. As gravações levam ao então secretário Sérgio de Paula.

Inconformado com a cobrança de propina mensal para conseguir regularizar a documentação do frigorífico, João Alberto Berger, gravou a conversa com o ex-secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula.

No diálogo, o então chefe da pasta orienta ele a falar com ‘Polaco’.  “Põe o Polaco no circuito. Pede ajuda para ele. O Polaco conversa bem com esse povo aí. Vai por mim, eu dou um toque tá. Não tô pedindo pra você fazer isso, to dando um toque pra você. Agora chama o cara pessoalmente, não vai falar por telefone”.

As novas denúncias serão investigadas pela Assembleia Legislativa, Ordem dos Advogados, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB-MS) e Ministério Público Estadual (MPE). Os empresários afirmam ter mais de 6h de gravações em áudio e vídeo que comprovam o esquema. O material foi entregue também para o Supremo Tribunal Federal (STF).

*Leia reportagem, de Gabriela Couto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também