Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

eleições 2018

Nelsinho e Odilon são favoritos dos
eleitores da Capital para o Senado

Juiz federal ainda precisa oficializar aposentadoria para se filiar a partido e falar de política

31 JUL 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

Se as eleições fossem hoje, o ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PTB) e o juiz federal Odilon de Oliveira seriam os próximos senadores de Mato Grosso do Sul, no que dependesse da vontade do eleitor da Capital.

É o que mostra a consulta popular feita pelo Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul (Ipems) no maior colégio eleitoral do Estado. Nelsinho aparece à frente, com 46,75% das intenções de voto. Odilon vem em seguida, com 37,48%. 

Tendo por base o indicativo da pesquisa em Campo Grande, os senadores Waldemir Moka (PMDB) e Pedro Chaves (PSC) não seriam reeleitos.

Como a pesquisa representa o cenário do momento político e do ânimo do eleitor, hoje os números mostram o desejo de se promover a renovação da bancada do Senado. Em 2018, não se sabe, porém, qual será a vontade do eleitorado.

No quadro atual, Moka ficaria em terceiro lugar, com 18,64% das intenções de voto – pouco mais da metade do índice do segundo colocado, juiz Odilon de Oliveira (37,48%). O magistrado ainda não decidiu se entrará na política no próximo ano com sua aposentadoria. O plano dele é “pendurar a toga” até 2018.

Moka já está na política há mais de 30 anos, tendo começado como vereador de Campo Grande, no início dos anos 1980.

*Leia reportagem, de Adilson Trindade, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também