Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ex-prefeito

Nelsinho deixa PMDB e assume presidência regional do PTB

Novo partido foi a legenda do pai do ex-prefeito, Nelson Trad

21 AGO 15 - 11h:00ALINY MARY DIAS

O ex-prefeito de Campo Grande e uma das figuras mais conhecidas do PMDB, Nelson Trad Filho anunciou nesta sexta-feira (21) a filiação ao PTB e também o novo cargo de presidente regional do partido. O partido já foi a legenda de Nelson Trad, pai de Nelsinho e do próprio ex-prefeito.

Em nota encaminhada à imprensa, Nelsinho afirma que o PTB assim como o partido fez com seu pai, faz com ele agora.

“O PTB que hoje me acolhe foi a trincheira política que abrigou as fundadas esperanças e as muitas batalhas de meu pai, Deputado Nelson Trad, por um Brasil mais justo, solidário e próspero. Se ainda estivesse entre nós, esta minha decisão política certamente o deixaria exultante”.

O novo presidente regional da legenda afirma, ainda, que deixou o PMDB depois de construir carreira “sólida e honrada”.

“Ingresso no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) como simples soldado, porém determinado a lutar pela bandeira do Trabalhismo dinâmico e solidário que tem no ser humano seu único objetivo”.

A filiação de Nelsinho ocorreu hoje de manhã, em Brasília e logo após houve a posse como novo presidente regional da legenda. Nelsinho assume o posto de Ivan Louzada, agora ex-presidente do PTB.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PSL-MS ressalta que mandatos de deputados são do partido
EM NOTA

PSL-MS ressalta que mandatos de deputados são do partido

PRONUNCIAMENTO

Lula: PT 'não nasceu para ser partido de apoio' e 'vai polarizar em 2022'

Bancada federal se divide sobre medida que extingue seguro
DPVAT

Bancada federal se divide sobre medida que extingue seguro

Soraya e Trutis não devem seguir Bolsonaro em novo partido
CRISE NO PSL

Soraya e Trutis não devem seguir Bolsonaro na 'Aliança'

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião