Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 18 de janeiro de 2019

votação histórica

Grazielle Machado acredita
que trabalho em Campo Grande teve reflexo no Estado

Vereadora é a mulher mais votada da história de MS para o cargo de deputada estadual

7 OUT 2014Por TARYNE ZOTTINO17h:30

Com 39.374 votos recebidos no último domingo (5), Grazielle Machado (PR) se tornou a mulher mais votada da história de Mato Grosso do Sul para o cargo de deputada estadual. Ela deixará a Câmara Municipal, onde está em seu terceiro mandato, para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa.

De acordo com Grazielle, o resultado prova que as mulheres vêm ganhando cada vez mais confiança e credibilidade para assumir altos postos. “MS foi a prova disso. Pela primeira vez uma mulher foi levada à Assembleia com um número de votos como este. Isso nos orgulha, pois para a mulher ainda é difícil fazer campanha. Existe um certo machismo entre os políticos”, comentou.

A vereadora acredita que seu trabalho em Campo Grande teve reflexo no Estado, o que contribuiu para o número de votos. “Ano passado foi um ano atípico na Câmara. Pude mostrar a minha personalidade política. Deixei de ser só a filha do Londres Machado e ganhei a personalidade política da Grazielle. Isso fez com que as pessoas me conhecessem mais e acreditassem na força da mulher, na expressão, na coragem. Isso facilitou com que nós chegássemos à Assembleia.”, detalhou. Ela também citou o legado de seu pai, Londres Machado, destacando a importância da “bagagem e história” do deputado estadual em sua trajetória. “É um misto da história dele com a nossa”.

Sobre a nova fase na Assembleia Legislativa, Grazielle afirma que pretende tentar um lugar na Comissão de Orçamento e Finanças, aproveitando sua experiência na Câmara. Ela também quer passar por vários municípios do Estado nas próximas semanas e se reunir com lideranças. A deputada eleita adiantou que já está com uma equipe, planejando os primeiros projetos para dar entrada na Assembleia. "Quero fazer um mandato de excelência​. Quero poder ter a força, esse dinamismo de estreante e a coragem de veterana, já que estou há 10 anos na vida pública", finalizou. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também