Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

setor chave

Michel Temer decide indicar
Raquel Dodge para chefiar a PGR

28 JUN 2017Por FOLHAPRESS E DA REDAÇÃO19h:40

O presidente Michel Temer decidiu indicar a subprocuradora Raquel Dodge para suceder Rodrigo Janot na chefia da Procuradoria-Geral da República. O anúncio foi feito nesta quarta (28) pelo Palácio do Planalto.

A lista tríplice da ANPR era composta por Nicolao Dino, Raquel Dodge e Mario Bonsaglia, conforme eleição da categoria realizada nesta terça (27).

O mandato de Janot, que denunciou Temer por corrupção passiva na segunda (26), termina em 17 de setembro.

O documento foi entregue pelo presidente da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República), José Robalinho, em audiência com o peemedebista.

Pela Constituição Federal, Temer pode nomear qualquer integrante do Ministério Público da União com mais de 35 anos de idade.

Desde 2003, no governo Lula, o presidente da República tem escolhido o mais votado. O nome será enviado ao Congresso, precisando ainda ser sabatinado e aprovado pelo Senado.

Nicolao Dino, que foi o mais votado na ANPR, comanda a Procuradoria-Geral Eleitoral e foi o responsável pela denúncia que pediu a cassação da chapa Dilmar-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele era o candidato de Rodrigo Janot.

Raquel Dodge, bem como Mario Bonsaglia, tinham mais proximidade do Planalto. Inclusive, Raquel era cotada como favorita por cúpula do PMDB.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também