Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÍTICA

MDB indica senadora Simone Tebet para presidência da CCJ

Definição acontecerá após reunião com as comissões e votação
12/02/2019 16:49 - ALINE OLIVEIRA


 

Nesta terça-feira (12), a senadora de Mato Grosso do Sul, Simone Tebet (MDB) foi indicada pelo partido para disputar a presidência da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), no Senado Federal. 

A parlamentar explicou que a expectativa é de que os representantes sejam indicados por seus líderes para compor as comissãos, para que então possam acontecer as eleições dos presidentes que comandarão as comissões. 

"A CCJ é o coração do senado federal porque avalia a constitucionalidade, legalidade e mérito de projetos importantes para o desenvolvimento do país. Dois exemplos de decisões importantes que serão analisadas na comissão são a PEC da Reforma da Previdência e o pacote de medidas do ministro Sérgio Moro", explica a senadora. 

Simone antecipa que vai sugerir a criação de subcomissões para os projetos citados, com objetivo de criar celeridade aos trabalhos da CCJ. 

"Nada impede que criemos subcomissões, porém, tudo será debatido entre os participantes que somam 27 parlamentares. Além disso, o presidente não decide sozinho, pois conta com a participação do colegiado", acrescenta a senadora de Mato Grosso do Sul. 

*Com colaboração da Assessoria de Imprensa

 

 

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!