Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CONGRESSO

Maioria dos deputados de MS votam para manter Coaf no Ministério da Justiça

Proposta transfere Coaf da pasta de Justiça para a de Economia

23 MAI 19 - 10h:42EDUARDO PENEDO

Cinco dois oito deputados federais de Mato Grosso do Sul votaram a favor da proposta aprovada no Congresso, que transfere do Ministério da Justiça e Segurança Pública para o Ministério da Economia o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), responsável pelo combate a fraudes financeiras e de lavagem de dinheiro. 

Votaram para manter o conselho no Ministério da Justiça os deputados Dagoberto Nogueira (PDT), Fábio Trad (PSD), Rose Modesto (PSDB), Luiz Ovando (PSL) e Loester Carlos (PSL). Beto Pereira (PSDB), Bia Cavassa (PSDB) e Vander Loubet (PT) votam pela transferência do Coaf. 

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras - Coaf tem como missão produzir inteligência financeira e promover a proteção dos setores econômicos contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo.  

O texto que resultou da votação na Câmara ainda terá de passar por votação no Senado, antes de ser enviado para sanção do presidente da República. 

Após assumir a Presidência da República, Jair Bolsonaro retirou o Coaf do extinto Ministério da Fazenda (atual Ministério da Economia) para o Ministério da Justiça, mas partidos de oposição e do Centrão pressionaram o governo para que o órgão ficasse vinculado ao Ministério da Economia. 

O Coaf recebe, examina e identifica ocorrências suspeitas de atividade ilícita e comunica às autoridades competentes para instauração de procedimentos. Além disso, coordena a troca de informações para viabilizar ações rápidas e eficientes no combate à ocultação ou dissimulação de bens, direitos e valores.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Com 152 emendas, relatório <br>da LDO chega à Câmara
CAMPO GRANDE

Com 152 emendas, relatório
da LDO chega à Câmara

BRASIL

Bolsonaro fala em privatizar Correios, mas diz que medida passa pelo Congresso

BRASIL

PF descobre 'grupo de inteligência' que vazava informações secretas de operações

BRASIL

CCJ aprova projeto que prioriza vítimas de desastres no Cartão Reforma

Mais Lidas