Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASIL

Maia diz que trabalhará para mudar salário médio de R$ 30 mil na Câmara

12 AGO 19 - 13h:49ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que vai trabalhar para mudar o salário médio de R$ 30 mil na Câmara dos Deputados para diminuir o custo da administração pública, que, segundo ele, ficou "cara". "A administração pública custa 67% a mais que o setor privado. Nos Estados, a média é 30% maior. Não podemos ter salário médio de R$ 30 mil na Câmara dos Deputados", disse ele, em evento promovido pelo Santander Brasil, na manhã desta segunda-feira, 12, em São Paulo.

Segundo Maia, o Governo já garantiu que encaminha ao Congresso uma reforma da administração pública. 

Ele espera que a mudança estimule o Supremo Tribunal Federal (STF) a fazer a mesma coisa. 

Maia informou ainda que o debate terá início no segundo semestre e que essa é uma agenda decisiva do ponto de vista do gasto público.

"Os servidores têm direito adquirido. Não vamos olhar para trás, mas para frente, para reorganizar a máquina para que quando tenhamos de contratar novos servidores já tenhamos uma outra estrutura", disse o presidente da Câmara.

Maia afirmou que é muito importante voltar a se construir carreiras na administração pública. Segundo ele, o servidor público tem estabilidade, mas quer ganhar como o setor privado. Nesses casos, aconselhou pedir demissão e migrar de lado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Bolsonaro levanta suspeita sobre ONGs por queimadas na Amazônia

BRASIL

Plenário da Câmara aprova projeto que regulamenta a vaquejada

Escolha de vice é prematura, diz governador sobre indicação
ELEIÇÕES 2020

Escolha de vice é prematura, diz governador sobre apoio

BRASIL

Lava Jato cumpre mandados de prisão por propina paga a 2 ex-ministros

Mais Lidas