Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

sucessão estadual

Líderes discutem formação de
pacto suprapartidário em MS

Azambuja, André e Orcírio conversaram reservadamente

15 AGO 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

Lideranças políticas iniciaram conversações para a formação de pacto suprapartidário, de modo a que se chegue a um nome de consenso que seja apoiado por todos, tendo em vista a escolha e eleição do próximo governador do Mato Grosso do Sul, em 2018.

Os encontros dos rivais políticos, que ocorreram com a garantia de máximas discrições, analisaram e vão continuar avaliando a situação político-eleitoral do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e dos ex-governadores André Puccinelli (PMDB) e José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT.

A ideia é escolher nome de consenso para a disputa eleitoral que, inclusive, poderá ser em dois turnos.

De qualquer forma, essas lideranças entendem que só um pacto poderá fazer com que Mato Grosso do Sul “entre nos eixos” quando Brasil voltar a viver um período de crescimento sustentável e forte, a partir de 2018.

“Quem chegar em  primeiro, poderá ter apoio dos demais”, comentou um deles. Ou, simplesmente, será lançado um candidato de consenso, com apoio da maioria.

*Leia reportagem na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também