Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

já fora condenado

Justiça francesa condena Maluf a 3 anos de prisão por lavagem de dinheiro

20 JUN 17 - 21h:33FOLHAPRESS

A Corte de Apelações de Paris condenou o deputado Paulo Maluf (PP), ex-prefeito de São Paulo, a três anos de prisão por lavagem de dinheiro. Em outubro de 2015, ele já tinha sido condenado em primeira instância. A decisão anunciada nesta terça (20) confirmou a sentença, informou a magistrada da Corte Magali Josse à RFI (Rádio França Internacional). As informações são da Agência Brasil.

A lavagem de dinheiro tem origem no superfaturamento das obras do Túnel Ayrton Senna e da Avenida Águas Espraiadas, no período em que Maluf era prefeito da capital paulista, conforme constatou a Justiça francesa.

Na primeira instância, Maluf, sua esposa Sylvia Lutfalla Maluf e o filho mais velho do casal, Flávio Maluf, foram condenados por agir em associação para ocultar a origem de recursos provenientes de corrupção e desvio de dinheiro no Brasil. Flávio foi condenado também a três anos de prisão e Sylvia a dois anos. Conforme divulgou a RFI, Maluf e seus familiares são acusados de enviar dinheiro para empresas offshore e contas em bancos no exterior.

A justiça francesa confiscou também 1,8 milhão de euros em contas do deputado e da família, além de condenar os três a multas que somam 500 mil euros.

A assessoria de imprensa do deputado informou à Agência Brasil que seus advogados em Paris vão recorrer da decisão.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Deputados de MS vão propor <BR>mudanças em PEC da reforma
PREVIDÊNCIA

Deputados de MS vão propor mudanças em PEC da reforma

BRASIL

Para ministro, não pode haver 'precipitação' nas privatizações

ECONOMIA

Plano de privatizações de Guedes esbarra em resistência nos ministérios

BRASIL

Congresso impõe agenda própria a Bolsonaro

Mais Lidas